icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/12/2013
17:44

Concedendo a última entrevista coletiva da temporada, Cristóvão Borges, treinador que livrou o Bahia do rebaixamento, não garantiu a sua presença no próximo ano. Segundo ele, a continuidade do seu trabalho no tricolor depende de evolução de conversas com a diretoria.

- Quero muito permanecer. A diretoria também quer que eu permaneça. As diferenças existem um pouco no que eu penso para o Bahia em 2014 e o que a diretoria pensa para 2014. A partir do momento que eu desejo e a diretoria deseja, as possibilidades são muito grandes de a gente se acertar e dar continuidade - declarou.

As especulações das "diferenças" entre treinador e diretoria indicam que Cristóvão aprova a permanência do atual diretor de futebol, Anderson Barros, enquanto a diretoria deseja contratar um novo profissional. Questionado sobre o assunto, Cristóvão desconversou, mas admite que as chances de ficar são grandes.

- O que implica, não vou ficar falando, porque nós tivemos uma conversa, vamos ter outras. Enquanto não resolvermos, não vou falar. Estamos conversando para que esses pensamentos se juntem, fiquem mais próximos. Como existem desejos das duas partes, a possibilidade de acerto é muito grande - finalizou o treinador.