icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/03/2014
16:51

O folclórico Dadá Maravilha afirma que apenas ele próprio, o beija-flor e o helicóptero param no ar. Pois a lista está incompleta. Neste domingo, Cristiano Ronaldo voltou a desafiar a Física, no primeiro gol do Real Madrid na vitória sobre o Levante por 3 a 0, no Estádio Santiago Bernabéu.

O resultado deixa os merengues isolados na ponta da Liga Espanhola com três pontos à frente do Atlético de Madrid e a quatro do Barcelona, que vai patinando a cada 15 dias.

O melhor do mundo já "decola" desde a temporada passada, quando impressionou o mundo com uma cabeçada fulminante em partida contra o Manchester United, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Cristiano Ronaldo saiu do chão logo aos dez minutos do primeiro tempo, resultado da pressão do Real Madrid, que não deixou o Levante respirar.

Com a proposta de jogo alcançada sem demorar muito, a equipe da casa passou a controlar o jogo atacando pelas pontas. Foi justamente pelo lado esquerdo que o português preparou o terreno para o brasileiro Marcelo ampliar.

Sem a mesma técnica, o Levante apelou para faltas mais violentas até Navarro ser expulso e obrigar o time a desistir de vez da partida, se é que em algum momento esperava algo. Impressionado com o futebol do adversário, o grego Nikos, sonhando acordado em defender o Real, jogou de atacante e colocou contra o próprio gol.

Mais um passeio. Está selada a lua de mel do Real Madrid com a torcida.