icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese
15/12/2013
10:00

O Corinthians aguarda um empréstimo do Banco BMG para quitar a dívida que tem com o América-MG referente à compra do meia Rodriguinho, em outubro. O valor, cerca de R$ 5 milhões, foi parcelado em quatro vezes. De acordo com o Coelho, os pagamentos de outubro e novembro - de R$ 1.250.000,00 cada - não foram feitos, o que compromete a folha salarial do clube, que atrasou salários no fim do ano.

– A gente faz o acordo com a esperança que eles cumpram em dia. Temos boa relação com o Corinthians. Se processarmos, a coisa será mais demorada. Então a situação é ir conversando até receber – afirmou o presidente do América-MG, Marcos Salum, ao site do “Superesportes”.

Rodriguinho chegou ao Timão na reta final do Brasileirão e disputou apenas oito jogos, sem ter balançado as redes. O contrato vai até 2016.

Na ocasião, o Corinthians adquiriu 50% dos direitos econômicos e ressaltou que a compra não contava com a ajuda de nenhum investidor. O Coelho ficou com 10% dos direitos, enquanto os 40% restantes são do Capivariano, clube do interior de São Paulo. É esperada uma resolução do caso até o fim deste ano.