icons.title signature.placeholder Alexandre Araújo
04/03/2014
02:53

O desfile da Imperatriz Leopoldinense deste ano ficará marcado não apenas para Zico, enredo da escola, mas também para alguns jogadores que, pela primeira vez, pisaram na avenida e puderam viver a emoção de vestir uma fantasia e defender uma agremiação. Este é o caso de Leandro, companheiro do Galinho em uma das gerações mais vitoriosas do Flamengo, e Deco, que representou o Fluminense - a escola lembrou também os rivais de Zico.

Acostumados a disputar jogos importantes e participar de grandes competições, eles não esconderam o nervosismo momentos antes de entrarem na avenida. Leandro se disse ainda orgulhoso por esta primeira vez ter acontecido em uma homenagem a uma pessoa que ele tem como ídolo.

- Não é só um companheiro. Ele é meu ídolo. Acho que no passado vivemos muitas emoções juntos, mas essa realmente, acho que vai ser uma coisa fantástica. Estou debutando na Sapucaí. Primeira vez que eu venho, bom que tenha sido em uma homenagem a Zico. Fico muito orgulhoso - disse.

Leandro desfilou recordando o título do Mundial de 1981, quando o Flamengo bateu o Liverpool, da Inglaterra, por 3 a 0, em Tóquio, no Japão. A fantasia era dourada, com o número 81 no lado esquerdo do peito e o número 2 às costas, número esse usado por ele na campanha vitoriosa.

Deco, por outro lado, salientou o fato de poder acompanhar mais de perto o processo de uma escola ao preparar o desfile e o empenho que os integrantes têm para que as coisas saiam da maneira planejada.

- Sempre vi lá de cima, da arquibancada e camarote, mas viver essa experiencia aqui embaixo, ver como é... Esse é o Carnaval de verdade, que é o que fazem as pessoas.