icons.title signature.placeholder David Nascimento
26/11/2014
08:02

As conversas iniciais entre o Flamengo e o Vélez Sarsfield, da Argentina, na negociação pelo atacante Lucas Pratto, já aconteceram por meio do novo presidente da equipe argentina, Raúl Gámez. O mandatário assumirá o lugar de Miguel Calello, no cargo desde 2011, na primeira semana de dezembro e concordou com as primeiras condições de negociação com o Rubro-Negro, por meio do diretor executivo de futebol, Felipe Ximenes, e do vice da pasta, Alexandre Wrobel, visando concretizar a transferência para que o jogador chegue à Gávea em janeiro de 2015.

Entretanto, o LANCE!Net apurou que existe um ponto que está dificultando a evolução da negociação neste primeiro momento. Lucas Pratto pediu de salário a quantia de dois milhões de dólares anuais (cerca de R$ 5 milhões), o que equivale mensalmente a quase 167 mil dólares (aproximadamente R$ 415 mil). A diretoria do Flamengo está trabalhando para a redução deste valor, mas as conversas devem avançar apenas após o técnico Vanderlei Luxemburgo analisar o custo/benefício do atacante e dar o “ok”.

Isso ocorre por conta de Luxemburgo ter “ganhado” carta branca da diretoria rubro-negra para a montagem do Flamengo visando uma melhor temporada em 2015. Este ponto foi uma das exigências do técnico para que assinasse o contrato até o fim do próximo ano, analisando o custo/benefício de cada jogador.