icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/11/2013
08:18

A possível contratação do apoiador Jorge Wagner segue a filosofia de contratações traçada pela diretoria do Botafogo nas últimas temporadas. A ordem é levar para General Severiano jogadores que estejam com os contratos no fim e não custariam nada aos cofres alvinegros.

Outro ponto determinado pelos dirigentes do Glorioso é de que esses reforços sejam jovens promessas ou atletas experientes com um currículo de conquistas.

Neste segundo caso, o clube contratou jogadores como Bolívar (bicampeão da Libertadores pelo Internacional) e Julio Cesar (campeão brasileiro pelo Fluminense).

Além deles, Lima, André Bahia, Dankler, Edilson, e Rodrigo Defendi vieram em operações sem custos. Elias e Hyuri foram emprestados também de graça, mas com os valores dos direitos econômicos fixados.

O único gasto nesta temporada foi com o atacante Henrique, por quem o Botafogo pagou ao São Paulo cerca de R$ 2,7 milhões por 50% dos direitos econômicos do atleta.