icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/11/2014
08:10

O duelo entre Brasil e Turuquia, nesta quarta-feira, em Istambul, será apenas o sexto encontro entre as duas seleções na história. Mas nem por isso o confronto deixa de ter situações inusitadas, principalmente porque dois deles foram na Copa do Mundo de 2002. O LANCE!Net separou algumas imagens que marcaram esses jogos.

E O OSCAR VAI PARA... RIVALDO!

Rivaldo foi um dos melhores jogadores da época dele. A Fifa reconheceu isso ao premiá-lo como número em 1999. Mas, se quisesse, Rivaldo poderia ter se arriscado no ramo artístico. Por que não? Ele deu um show ao levar uma bolada na perna do turco Hakan Ünsal. O brasileiro caiu no chão com a mão no rosto, deu uma olhadinha para ver o que estava acontecendo e "cavou" a expulsão do adversário. A Fifa que não gostou muito e multou Rivaldo em R$ 19 mil.

GOL DE BICO

Ronaldo era até a Copa-2014 o maior artilheiro da história dos Mundiais. Contra a Turquia ele balançou as redes de forma marcante, com um biquinho que morreu no canto de Rüstü. O Fenômero usou toda criatividade para resolver a semifinal para o Brasil.

QUATRO PARA PEGAR DENÍLSON

Nos jogos do Brasil havia uma certeza: Denílson vai entrar no segundo tempo para colocar fogo na partida. Contra a Turquia, o rápido e habilidoso atacante aprontou uma das deles. Um exército de quatro turco foi atrás dele e nem assim adiantou.

O CORTE DE CABELO CASCÃO

Ronaldo não foi só referência dentro de campo. Se antes o "cabelo raspadinho, estilo Ronaldinho" fazia sucesso. A garotada foi a loucura com o corte (de gosto duvidoso) ao estilo Cascão que o Fenômeno fez para jogar a reta final da Copa, a começar no jogo contra os turcos. Deu sorte. Deu penta.

APITO AMIGO

A estreia do Brasil na Copa-2002 estava enroscada. Os turcos tinham feito 1 a 0, o Brasil empatou com Ronaldo. Já na reta final do segundo tempo, Luizão arrancou, foi puxado fora da área e deu um mergulho histórico, causando a expulsão do zagueiro Alpay e o pênalti que Rivaldo converteu: 2 a 1 Brasil.

LAMBRETA

Roberto Carlos foi um dos maiores laterais da história. Mas o brasileiro foi humilhado pelo turco Ilhan Mansiz com uma lambreta que é lembrada até hoje.

AFONSO ALVES

O amistoso contra a Turquia, em 2007, sob o comando de Dunga, que terminou 0 a 0, em Dortmund, na Alemanha, foi o primeiro jogo do atacante Afonso Alves como titular da Seleção Brasileira.