icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/02/2015
09:05

Está marcada para acontecer às 19h (horário de Brasília) desta terça-feira uma audiência pública na sede da Comissão Atlética do Estado de Nevada, em Las Vegas (EUA). O evento, de teor explicativo, promete ouvir inúmeros casos de doping revelados nas últimas semanas, entre eles o de Anderson Silva. O brasileiro testou positivo para drostanolone e androsterona em exame realizado no dia 9 de janeiro, e, segundo informações, também foi flagrado no teste pós-luta no dia 31 de janeiro, logo após vencer Nick Diaz por decisão na luta principal do UFC 183.

Spider é esperado para comparecer à sede da comissão e dar explicações sobre o uso das substâncias ilegais. Como a audiência é explicativa, a expectativa é que o lutador leve apenas uma suspensão temporária até que uma nova audiência, esta de teor punitivo, seja realizada em março ou abril paraconcluir o caso.

Além do caso de Anderson serão julgados os de Nick Diaz, que testou positivo para maconha após o UFC 183; Hector Lombard, que foi flagrado sob o uso de anabolizantes, e Ashlee Evans-Smith, que usou diuréticos antes de sua última luta. O caso do brasileiro é o 38º assunto da pauta da comissão nesta terça. Se for declarado culpado no caso, o atleta está sujeito a multas, suspensões e até a uma anulação de sua vitória contra Diaz.

Embora não tenha confirmado presença de forma oficial, Spider deve comparecer à audiência. Uma coletiva de imprensa com Dana White e Lorenzo Fertitta, donos do Ultimate, foi convocada a acontecer nesta quarta-feira com a ideia de anunciar a debater medidas de combate ao doping no esporte.