icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/06/2014
13:12

Depois de 37 horas de viagem sendo 23 delas dentro do avião, a delegação do Atlético-MG já pisou em solo chinês. Por volta das 5h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira, o time alvinegro desembarcou em Shanghai e teve seus primeiros contatos com o país que será sua casa até o dia 30. Assim como acontece nas viagens do Galo na América do Sul, o craque e 'embaixador' Ronaldinho Gaúcho foi o jogador mais assediado do elenco atleticano no aeroporto.

Com escalas em São Paulo e em Doha, no Qatar, o Atlético-MG passou quase dois dias antes de chegar ao destino final. A delegação deixouo Brasil na noite da última segunda-feira. Os atletas chegaram, inclusive, a perder a partida da Seleção Brasileira pela Copa do Mundo, na última terça-feira, contra o México.

MAIS:
> Jogadores exaltam força do grupo com a volta dos lesionados
> Alvo de propostas, Neto Berola fica no Brasil para definir seu futuro

Na China, o Galo fará três amistosos. O primeiro deles já acontece no próximo dia 22, contra o Guizhou Renhe, em Taiyuan City. No dia 25, os mineiros pegam o Jiangsu Shuntian, em Nantong City. Para fechar, o time alvinegro reencontra o Guangzhou Evergrande, em Nanning City, adversário no último Mundial de Clubes, em dezembro passado, no Marrocos. O duelo será no dia 28.

Além de Ronaldinho, a delegação atleticana conta com outros jogadores importantes como Diego Tardelli e o recém contratado Maicosuel. Por conta de uma proposta feita por um clube ainda não revelado, o velocista Neto Berola entrou em acordo com a diretoria e ficou no Brasil para resolver seu futuro.