icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
16/06/2014
20:00

O São Paulo, a princípio, fechou seu elenco para o restante do ano. Pelo menos é o que pensa o técnico Muricy Ramalho, que aguarda ansiosamente a volta de Rafael Toloi. Quando o zagueiro for reintegrado ao elenco, o comandante terá o defensor que tanto pediu à diretoria e ainda ganhará um volante, já que Rodrigo Caio não precisará mais ser improvisado na defesa.

- O Rodrigo é um jogador que pode jogar de volante, mas tem clubes interessados. Não preciso contratar um volante com ele, ainda mais que quem queríamos é caro. Para a gente é importante, não precisamos contratar. Ele sempre foi volante, mas aqui joga de zagueiro porque sai bem com a bola. Joga nas duas e, se ficar, será ótimo - disse o treinador, lembrando as propostas de Arsenal (ING) e Monaco (FRA).

Além das questões técnicas, a volta de Toloi e permanência de Rodrigo Caio trariam benefícios também para a diretoria. As duas posições que os jogadores ocupariam no segundo semestre eram as que Muricy cobrava a contratação de reforços. Dessa forma, o time não precisaria gastar e complicar as contas já abaladas pela saída do patrocínio da Semp Toshiba.

Muricy conta como foi a reapresentação do elenco nos EUA

- Com eles a gente não precisaria investir. Os clubes estão em situação complicada. Se vier o Toloi então, ganhamos um zagueiro e um volante com o Rodrigo. Não precisamos gastar. Estamos montando um bom elenco. No passado investimos muito e alguns jogadores nem jogaram. A gente procura qualidade e sem gastar - valorizou.