icons.title signature.placeholder Marcello Vieira e Sérgio Arêas
17/12/2013
09:05

Ficar na Primeira Divisão também pode significar muito para os cofres do Fluminense. O LANCE!Net apurou com fontes ligadas à diretoria do clube que a expectativa é de que as receitas ultrapassem a casa dos R$ 200 milhões.

O efeito causado pelo retorno de Darío Conca, o novo contrato com a Adidas que será fechado por valores bem superiores ao atual, a ampliação do número de associados no programa sócio-futebol e o engajamento ainda mais forte da torcida pelo ambiente hostil criado após a polêmica da permanência na Série A são os principais fatores que embasam tamanho otimismo.

E MAIS
- Festa de fim de ano da Unimed vira festa com permanência do Flu
- Vaivém! Veja quem pode chegar e sair do Fluminense

Ainda existem receitas complementares. Na Primeira Divisão, os preços dos ingressos são mais altos do que na Série B. A volta à Timemania e a certeza de que não haverá penhoras também quase garantem um ano superavitário. Outro fator importante é que nesta semana o Tricolor terá uma reunião para acertar a liberação das penhoras bloqueadas de transferências internacionais.

Portuguesa é rebaixada e torcedores do Fluminense comemoram