icons.title signature.placeholder Bruno Rodrigues
02/12/2013
12:09

Os funcionários da construção da Arena Corinthians voltaram ao trabalho na manhã desta segunda-feira, em Itaquera. Por volta das 8h da manhã aconteceu uma homenagem para Fábio Luiz Pereira, 42 anos, e Ronaldo Oliveira dos Santos, 44 anos, vítimas fatais em acidente na última quarta-feira.

Na sequência, os operários participaram de uma palestra semanal que, entre outras coisas, tem como objetivo orientar os operários para que não ocorram acidentes. A reunião geralmente é feita às sextas-feiras. Porém, como na semana passada eles estavam de luto, ela aconteceu nesta segunda. O ex-presidente corintiano Andrés Sanchez esteve na obra e não falou com a imprensa.

Operários retomam as atividades na Arena Corinthians, com oração pelas vítimas da tragédia (Reprodução TV)

Ainda pela manhã, por volta das 11h, dois carros da Polícia Científica chegaram ao local para uma vistoria no estádio. Alguns funcionários da obra acompanharam o procedimento de perícia. Depois da tragédia da semana passada, 30% da área leste foi interdita. Ela representa 5% do total da Arena Corinthians.

O caminhão sobre o qual cedeu parte do guindaste na semana passada ainda se encontra debaixo da estrutura metálica, que pesa cerca de 420 toneladas - a máquina inteira, que é a maior do Brasil e pertence à Odebrecht Infraestrutura (construtora responsável pela obra), tem capacidade nominal de 1.500 toneladas e lança de 114 metros.