icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/03/2014
20:48

Fluminense e Vasco fazem o segundo jogo da semifinal do Campeonato Carioca neste domingo, no Maracanã, às 16h. O vencedor da partida enfrentará o Flamengo, que eliminou a Cabofriense, na final da competição. O primeiro confronto terminou em 1 a 1 e, em caso de novo empate, o o Fluminense, por ter feito a melhor campanha na Taça Guanabara, se classifica. Ao time de São Januário, resta apenas vencer para continuar sonhando em terminar com o jejum de títulos estaduais (o último foi em 2003)

No Tricolor, o pedido do técnico Renato Gaúcho é que se esqueça o regulamento e entre em campo pensando em vencer. Já no lado cruz-maltino, Adilson Batista pode manter o esquema com três atacantes e partir para cima do Flu.

Em Laranjeiras...

No último treino antes do segundo e decisivo jogo da semifinal do Campeonato Carioca contra o Vasco realizado na manhã deste sábado, nas Laranjeiras, nada de definição na equipe. O técnico Renato Gaúcho manteve o mistério sobre quem será o substituto de Jean, expulso no jogo da última quinta-feira. E, aumentando o clima de suspense, quatro titulares desfalcaram a atividade. Bruno, Carlinhos, Diguinho e Conca ficaram apenas na academia e não foram a campo com os demais jogadores.

Além dos titulares, o zagueiro Leandro Euzébio, que negocia sua saída do clube, também não participou do treino deste sábado. Os jogadores poupados, com exceção de Bruno, treinaram à parte devido o desgaste físico. Já o lateral, que sofreu uma lesão na mão esquerda no primeiro jogo da semifinal, treinou separado em decorrência do problema, mas também não deve ser desfalque.

As principais opções do treinador para a vaga de Jean, suspenso, são o volante Rafinha e o meia Wágner. A tendência é que Renato Gaúcho escolha o primeiro para a vaga, pois não alteraria o esquema tático com três volantes no qual o Fluminense tem atuado nos últimos jogos. Caso o camisa 10 entre como titular, o time ganharia em poder ofensivo, mas perderia na marcação, quando justamente necessita apenas de um empate para chegar à final.

Ciente de que o Fluminense tem a vantagem do empate, Renato adotou um discurso conservador e lembrou que o Tricolor não pode jogar com o regulamento debaixo do braço.

- Vou pedir a mesma coisa do último jogo ao meu time. Não podemos entrar com regulamento embaixo do braço. Temos que buscar a vitória, tivemos algumas chances, da mesma forma que o Vasco teve as suas chances. Cada um fez um gol. Precisamos usar o regulamento na hora certa. Lógico que os cuidados defensivos nós vamos tomar sempre - garantiu o comandante.

Em São Januário...

O desempenho da equipe do Vasco no primeiro jogo da semifinal agradou o técnico Adilson Batista, que deve manter o trio de ataque: Everton Costa, Edmilson e Reginaldo, com dois volantes. No caso, Guiñazú e Pedro Ken. Este último tem a concorrência de Aranda e, principalmente, Fellipe Bastos, que entrou bem no segundo tempo da partida de quinta-feira.

Com apenas dois treinos realizados entre quinta-feira e este domingo, a comissão técnica optou por atividades leves, e as possíveis mudanças serão ajustadas à base de conversa.

André Rocha e Guiñazú foram poupados da atividade desta sexta-feira. O lateral-direito sofreu uma entorse no jogo de quinta-feira e o volante estava sentindo dores no tornozelo direito. Ambos, porém, se concentraram com o grupo e devem ir para o jogo. Mas independentemente de alguma eventual modificação, o zagueiro Luan, titular absoluto, confia no técnico Adilson Batista.

- O Adilson já tem a postura definida que ele quer do time, ainda falta conversar apenas. Vamos conversar hoje e amanhã. Ele sabe o que fazer para a gente sair vitorioso. Ele vai nos passar e vamos tentar cumprir - afirmou.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X VASCO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 30/3/2014 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Michael Correia (RJ)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno, Gum, Elivélton e Carlinhos; Valencia, Diguinho, Rafinha (Wágner) e Conca; Walter e Fred. Técnico: Renato Gaúcho.

VASCO: Martin Silva, André Rocha, Luan, Rodrigo e Marlon; Guiñazú, Pedro Ken e Douglas; Everton Costa, Edmilson e Reginaldo - Técnico: Adilson Batista.