icons.title signature.placeholder Luiz Gustavo Moreira e Rodrigo Ciantar
20/04/2014
07:55

Um dos maiores mistérios do Botafogo na temporada até agora é o baixo rendimento de Lodeiro, que ano passado foi um dos destaques do time. Mas, pelos últimos treinos, Vagner Mancini parece ter encontrado um antídoto. Será que o uruguaio, enfim, voltará a brilhar? A conferir já a partir do jogo deste domingo, contra o São Paulo, com transmissão em tempo real pelo LANCE!Net.

Vagner Mancini assumiu o time na quarta-feira. Ainda teve pouco tempo para fazer grandes mudanças, tanto que mantém para o jogo de hoje o time que vinha atuando com Eduardo Hungaro. Mas teve uma conversa com Lodeiro e pediu movimentação diferente, dando mais liberdade para atacar.

– Tive um papo na quinta-feira com ele. Na quarta-feira ficou muito preso, marcou demais e rendeu pouco. Pedi mais movimentação. Estou dando a liberdade necessária para que possa desenvolver o jogo dele. Sabemos do potencial. Espero que essa liberdade o faça bem. Óbvio que não vai deixar de marcar, mas quero uma movimentação mais inteligente – disse o treinador alvinegro.

Desde que chegou, Mancini promoveu três coletivos e uma atividade tática para tentar conhecer o time o máximo possível, pois o tempo até a estreia no Brasileirão seria curto. Ele manteve a base da Libertadores, fazendo apenas algumas alterações na postura da equipe.

– Não posso desgastá-lo correndo atrás de zagueiro, quando o contrário vai me dar sucesso. Tem que receber a bola e partir para cima, que é o forte dele – disse Mancini.

Lodeiro está no Botafogo desde 2012. Contratado junto ao Ajax (HOL), chegou com status de titular e, principalmente no ano passado, fez jus à aposta. Ele foi um dos destaques do time durante o Brasileirão e ajudou o Alvinegro a conquistar uma vaga na Libertadores.

Já neste ano, o uruguaio pouco rendeu. Com atuações bastante apagadas, não fez gol ainda. E a diretoria contava com ele para ser protagonista do time, após a saída de Seedorf. E o próprio meia chegou a dizer que estaria pronto para assumir tal responsabilidade.

– Gosto de ser o protagonista. Não sei se a torcida pensa isso de mim. Temos jogadores experientes no elenco, mas se pensam que terei de ser o cara do time, não terei problemas – declarou ele, no início do ano.

Que, a começar por hoje, a "fórmula" de Mancini dê resultados e Lodeiro, enfim, volte a brilhar!

Meia encontrará velho conhecido

Lodeiro terá mais liberdade para atacar, mas não será moleza passar pela defesa do São Paulo. Afinal, pela frente, haverá um companheiro de seleção uruguaia, que o conhece bastante.

Nesta tarde, o meia do Botafogo vai enfrentar o lateral-esquerdo Alvaro Pereira, que também vem sendo constantemente convocado para a seleção e tem vaga praticamente certa na Copa do Mundo.

Pereira chegou a ser dúvida para hoje. No jogo contra o CSA (AL), pela Copa do Brasil, o lateral sofreu uma pancada no rosto e deixou os médicos do clube preocupados. Ele participou dos últimos treinos utilizando uma máscara protetora e foi confirmado para a estreia no Brasileirão.