icons.title signature.placeholder Luiz Gustavo Moreira e Paulo Victor Reis
29/11/2014
08:06

Fé. Esta palavra significa muito para o Botafogo neste fim de semana. O Glorioso só entra em campo domingo, contra o Santos, na Vila Belmiro, em mais um jogo decisivo contra o rebaixamento. No entanto, o Alvinegro pode entrar em campo já rebaixado para a Série B, caso os resultados das partidas deste sábado não ajudem. Por isso, é bom rezar para tudo dar certo.

Curiosamente, o dia da padroeira do clube da Estrela Solitária, Nossa Senhora da Conceição, é celebrado em 8 de dezembro, um dia após o término do Campeonato Brasileiro. Este, portanto, é um motivo para os torcedores alvinegros seguirem acreditando e com fé de que é possível escapar da degola.

A esperança dos botafoguenses precisa de força neste sábado, quando o Palmeiras enfrenta o Internacional, no Beira-Rio, às 19h30. Somente uma vitória do time da casa mantém vivo o sonho do Glorioso de permanecer na Série A. Depois, às 21h, os alvinegros terão de fazer algo que detestam: torcer a favor do Flamengo, que enfrenta o Vitória, na Arena da Amazônia, em Manaus. Caso o Rubro-Negro baiano vença, o Alvinegro estará automaticamente rebaixado para a Segunda Divisão.

Ainda com fé, o técnico Vagner Mancini diz que já está pedindo aos céus por uma ajuda ao Botafogo.

– Tenho muita fé. Na verdade, já estou pedindo (ajuda divina) há algum tempo (risos). Às vezes, fico até com vergonha de tanto que eu peço. Mas isso depende de merecimento. Às vezes, eu mereço, mas tem outras pessoas que não. E alguém tem que cair. Mas vou seguir orando – disse o treinador alvinegro.

Se a fé de Mancini der certo, o Botafogo ainda terá chances de escapar da degola antes de entrar em campo, contra o Peixe.

Se serve de alento, ano passado, no dia da padroeira, o Glorioso conquistou a tão sonhada e esperada vaga para a Copa Libertadores. O objetivo só foi alcançado depois de muita luta e esperança, somente na última rodada, com resultados favoráveis. Por isso, ainda há motivos para seguir acreditando, com fé, de que as coisas podem dar certo.