icons.title signature.placeholder Frederico Ribeiro
icons.title signature.placeholder Frederico Ribeiro
02/07/2013
07:00

Os dois possuem a mesma idade e pautam o trabalho nos times por onde passaram na força do futebol ofensivo e de grande velocidade. Um time estático é algo reprimido pelas 'cabeças' que irão comandar o duelo entre Newell's Old Boys e Atlético-MG: os técnicos Cuca e Tata Martino.

As duas equipes são tidas como as melhores dos dois países mais importantes no futebol das Américas. Um é o atual vice-campeão e o outro, que perdeu a Superfinal para o Vélez no sábado, já tem presença garantida na próxima Libertadores. E muito do trabalho se deve aos treinadores.

Para o duelo desta quarta-feira, no El Coloso del Parque, às 21h50, serão os ataques de Rubro-Negros e Alvinegros que irão decidir primeiro confronto, e por motivos diferentes. O Newell's quer aproveitar a ausência da zaga titular. Já o Galo quer compensar a fragilidade atrás com a marcação e pressão de Diego Tardelli e Bernard, aproveitando a movimentação e disposição tática de ambos.

Cuca e Tata Martino têm a mesma idade – 50 anos – e viveram de perto, como jogadores, a transição das décadas de 80 para 90 no futebol de seus países. Tata foi um ídolo dos Leprosos e teve em Marcelo Bielsa um mentos. Já Cuca construiu uma carreira com mais oscilidade, mas soube aprender com alguns nomes respeitados, como Rubens Minelli e Luiz Felipe Scolari, nos tempos de Grêmio.

Ambos estão em pontos altos de suas trajetórias como treinador. E o comandante do Galo elogiou o seu rival desta quarta.

- Não conheço ele, teve grandes equipes da europa interessadas no trabalho dele. Mas a Argentina é repleta de grandes treinadores. O técnico do Arsenal (Gustavo Alfaro), o Mohamed (Tijuana), o Bianchi. Ele tem feito grande trabalho e não é à toa que o Newell's é o melhor time da Argentina.

Cuca x Tata

50 anos - IDADE - 50 anos
1 ano e 10 meses - TEMPO DE CLUBE - 1 anos e 7 meses
8 troféus nacionais - TÍTULOS - 4 troféus estaduais
Ronaldinho - PRINCIPAL JOGADOR - Scocco
4-2-3-1 - TÁTICA HABITUAL - 4-3-2-1
Uberlândia (1998) - COMEÇO COMO TÉCNICO - Almirante Brown (1998)

À PEDIDO DO L!, ARTISTA ATLETICANO DESENHOU A FOTO ACIMA

A foto que ilustra esta matéria não é comum do LANCE!Net, mas foi escolhida para colocar os dois treinadores no mesmo espaço pela primeira vez. Tata e Cuca foram desenhados em low definition pelo artista Matheus Toscano, que é um especialista neste tipo de ilustração e mantém um site chamado de 8-Bit Football. O brasileiro, que vive em Amsterdã-HOL, ganhou fama na Europa por representar momentos históricos, curiosos e engraçados do futebol usando poucos pixels.

Matheus decidiu fazer a ilustração continuando com sua política de aceitar sugestões. Desta vez, ele topou o desafio de desenhar Tata Martino e Cuca de uma forma bem veloz. E o mais curioso é que o ilustrador é atléticano e está confiante de que o personagem da direita saía vencedor do duelo de quarta.

- Apesar de alguns desfalques como Réver, estou confiante sim! Com Ronaldinho, Jô, Tardelli e Bernard, não tem como não tá!  Rumo ao Marrocos!!!! - escreveu o artista, por e-mail, em contato com o L!Net.



.


Os dois possuem a mesma idade e pautam o trabalho nos times por onde passaram na força do futebol ofensivo e de grande velocidade. Um time estático é algo reprimido pelas 'cabeças' que irão comandar o duelo entre Newell's Old Boys e Atlético-MG: os técnicos Cuca e Tata Martino.

As duas equipes são tidas como as melhores dos dois países mais importantes no futebol das Américas. Um é o atual vice-campeão e o outro, que perdeu a Superfinal para o Vélez no sábado, já tem presença garantida na próxima Libertadores. E muito do trabalho se deve aos treinadores.

Para o duelo desta quarta-feira, no El Coloso del Parque, às 21h50, serão os ataques de Rubro-Negros e Alvinegros que irão decidir primeiro confronto, e por motivos diferentes. O Newell's quer aproveitar a ausência da zaga titular. Já o Galo quer compensar a fragilidade atrás com a marcação e pressão de Diego Tardelli e Bernard, aproveitando a movimentação e disposição tática de ambos.

Cuca e Tata Martino têm a mesma idade – 50 anos – e viveram de perto, como jogadores, a transição das décadas de 80 para 90 no futebol de seus países. Tata foi um ídolo dos Leprosos e teve em Marcelo Bielsa um mentos. Já Cuca construiu uma carreira com mais oscilidade, mas soube aprender com alguns nomes respeitados, como Rubens Minelli e Luiz Felipe Scolari, nos tempos de Grêmio.

Ambos estão em pontos altos de suas trajetórias como treinador. E o comandante do Galo elogiou o seu rival desta quarta.

- Não conheço ele, teve grandes equipes da europa interessadas no trabalho dele. Mas a Argentina é repleta de grandes treinadores. O técnico do Arsenal (Gustavo Alfaro), o Mohamed (Tijuana), o Bianchi. Ele tem feito grande trabalho e não é à toa que o Newell's é o melhor time da Argentina.

Cuca x Tata

50 anos - IDADE - 50 anos
1 ano e 10 meses - TEMPO DE CLUBE - 1 anos e 7 meses
8 troféus nacionais - TÍTULOS - 4 troféus estaduais
Ronaldinho - PRINCIPAL JOGADOR - Scocco
4-2-3-1 - TÁTICA HABITUAL - 4-3-2-1
Uberlândia (1998) - COMEÇO COMO TÉCNICO - Almirante Brown (1998)

À PEDIDO DO L!, ARTISTA ATLETICANO DESENHOU A FOTO ACIMA

A foto que ilustra esta matéria não é comum do LANCE!Net, mas foi escolhida para colocar os dois treinadores no mesmo espaço pela primeira vez. Tata e Cuca foram desenhados em low definition pelo artista Matheus Toscano, que é um especialista neste tipo de ilustração e mantém um site chamado de 8-Bit Football. O brasileiro, que vive em Amsterdã-HOL, ganhou fama na Europa por representar momentos históricos, curiosos e engraçados do futebol usando poucos pixels.

Matheus decidiu fazer a ilustração continuando com sua política de aceitar sugestões. Desta vez, ele topou o desafio de desenhar Tata Martino e Cuca de uma forma bem veloz. E o mais curioso é que o ilustrador é atléticano e está confiante de que o personagem da direita saía vencedor do duelo de quarta.

- Apesar de alguns desfalques como Réver, estou confiante sim! Com Ronaldinho, Jô, Tardelli e Bernard, não tem como não tá!  Rumo ao Marrocos!!!! - escreveu o artista, por e-mail, em contato com o L!Net.



.