icons.title signature.placeholder Thiago Fernandes
icons.title signature.placeholder Thiago Fernandes
30/07/2013
07:03

Líder ao término da nona rodada, o Cruzeiro planeja voos ainda mais altos no Campeonato Brasileiro. Os números da equipe na competição motivam treinador e elenco. De olho no título, Marcelo Oliveira demonstra satisfação com os resultados obtidos pelo time.

– Quem trabalha no Cruzeiro tem que vislumbrar conquistas. A gente trabalha nesse sentido. De repente, vamos ajustando o time e acertando no decorrer da competição. Estamos satisfeitos com o caminho que estamos trilhando. Temos que ter um time que saiba atacar e defender muito bem – disse.

E MAIS:
> Após goleada sobre o arquirrival, Cruzeiro supera marca de 30 mil sócios
> Por força contratual, Martinuccio não enfrenta o Fluminense nesta quarta

O ótimo momento no Brasileirão rende à Raposa um feito parecido com aquele alcançado no ano do título nacional. Com 18 pontos em nove rodadas, os comandados de Marcelo Oliveira têm somente três a menos que o time gerido por Vanderlei Luxemburgo em 2003.

Vice-artilheiro do Cruzeiro com três gols assinalados, Ricardo Goulart espera que a equipe siga a mesma trajetória dos campeões.

– O segredo de qualquer conquista é a vitória. No futebol, não podemos ter outro resultado. Nós sabemos que é difícil, mas temos um elenco qualificado. O Cruzeiro não pode pensar em perder ou empatar. Espero que possamos somar pontos em todos os jogos – avaliou.

Nos próximos jogos, a luta do time celeste é para seguir no topo.

As campanhas do Cruzeiro até a 9ª rodada do Brasileirão:
2003 – 21 pontos (6 vitórias e 3 empates) – líder
2004 – 17 pontos (5 vitórias, 2 empates e 2 derrotas) – 6º colocado
2005 – 13 pontos (3 vitórias, 4 empates e 2 derrotas) – 11º colocado
2006 – 18 pontos (5 vitórias, 3 empates e 1 derrota) – 3º colocado
2007 – 13 pontos (4 vitórias, 1 empate e 4 derrotas) – 7º colocado
2008 – 17 pontos (5 vitórias, 2 empates e 2 derrotas) – 2º colocado
2009 – 10 pontos (3 vitórias, 1 empate e 5 derrotas) – 13º colocado
2010 – 15 pontos (4 vitórias, 3 empates e 2 derrotas) – 5º colocado
2011 – 12 pontos (3 vitórias, 3 empates e 3 derrotas) – 10º colocado
2012 – 14 pontos (4 vitórias, 2 empates e 3 derrotas) – 10º colocado
2013 – 18 pontos (5 vitórias, 3 empates e 1 derrota) – líder

Líder ao término da nona rodada, o Cruzeiro planeja voos ainda mais altos no Campeonato Brasileiro. Os números da equipe na competição motivam treinador e elenco. De olho no título, Marcelo Oliveira demonstra satisfação com os resultados obtidos pelo time.

– Quem trabalha no Cruzeiro tem que vislumbrar conquistas. A gente trabalha nesse sentido. De repente, vamos ajustando o time e acertando no decorrer da competição. Estamos satisfeitos com o caminho que estamos trilhando. Temos que ter um time que saiba atacar e defender muito bem – disse.

E MAIS:
> Após goleada sobre o arquirrival, Cruzeiro supera marca de 30 mil sócios
> Por força contratual, Martinuccio não enfrenta o Fluminense nesta quarta

O ótimo momento no Brasileirão rende à Raposa um feito parecido com aquele alcançado no ano do título nacional. Com 18 pontos em nove rodadas, os comandados de Marcelo Oliveira têm somente três a menos que o time gerido por Vanderlei Luxemburgo em 2003.

Vice-artilheiro do Cruzeiro com três gols assinalados, Ricardo Goulart espera que a equipe siga a mesma trajetória dos campeões.

– O segredo de qualquer conquista é a vitória. No futebol, não podemos ter outro resultado. Nós sabemos que é difícil, mas temos um elenco qualificado. O Cruzeiro não pode pensar em perder ou empatar. Espero que possamos somar pontos em todos os jogos – avaliou.

Nos próximos jogos, a luta do time celeste é para seguir no topo.

As campanhas do Cruzeiro até a 9ª rodada do Brasileirão:
2003 – 21 pontos (6 vitórias e 3 empates) – líder
2004 – 17 pontos (5 vitórias, 2 empates e 2 derrotas) – 6º colocado
2005 – 13 pontos (3 vitórias, 4 empates e 2 derrotas) – 11º colocado
2006 – 18 pontos (5 vitórias, 3 empates e 1 derrota) – 3º colocado
2007 – 13 pontos (4 vitórias, 1 empate e 4 derrotas) – 7º colocado
2008 – 17 pontos (5 vitórias, 2 empates e 2 derrotas) – 2º colocado
2009 – 10 pontos (3 vitórias, 1 empate e 5 derrotas) – 13º colocado
2010 – 15 pontos (4 vitórias, 3 empates e 2 derrotas) – 5º colocado
2011 – 12 pontos (3 vitórias, 3 empates e 3 derrotas) – 10º colocado
2012 – 14 pontos (4 vitórias, 2 empates e 3 derrotas) – 10º colocado
2013 – 18 pontos (5 vitórias, 3 empates e 1 derrota) – líder