icons.title signature.placeholder Guto Mariano
15/04/2014
13:56

Quem viu a entrega total de Guinãzú nos dois confrontos da decisão do Campeonato Carioca, talvez não imaginasse que o volante já vinha jogando com uma fratura no pé direito desde o primeiro jogo da semifinal, contra o Fluminense. Ainda assim, o argentino fez questão de estar em campo nos outros três duelos seguintes. De acordo com o médico do Vasco, Clóvis Munhoz, a previsão para recuperação do volante pode ser de três a quatro semanas. Já o zagueiro Rodrigo apresentou um estiramento de grau dois no bíceps da coxa esquerda.

- O Guiñazú teve uma pequena lesão óssea, uma fissura no dorso do pé no primeiro jogo contra o Fluminense. Fizemos uma proteção especial para que ele pudesse jogar e ele suportou sem dor. O fato de ele ter jogado nessas condições, não irá trazer nenhum prejuízo ao atleta para o futuro - explicou o médico do clube, que ainda comentou a respeito da lesão de Rodrigo, sofrida no segundo jogo da final do Estadual.

- O Rodrigo teve um estiramento grau dois, no bíceps da coxa esquerda. Ficará de três a quatro semanas fora de combate.

Outro que foi desfalque na final contra o Flamengo, o atacante Edmilson segue em fisioterapia e a previsão é de um retorno já nesta semana.

 - Ainda depende de uma transição que começa a ser feita na quinta-feira. Ficará hoje(terça) quarta na fisioterapia. Por se tratar de uma lesão pequena, vamos avaliar na sexta-feira. Acredito que sábado ele já esteja de volta - comentou.