icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2014
09:10

A prova de Toronto da IndyCar, em 2013, marcou o renascimento da Chip Ganassi na temporada. Atrás do até então líder do campeonato, Helio Castroneves, por 65 pontos, Scott Dixon venceu ambas as corridas em Toronto, diminuindo o déficit para 29. Dixon viria a se sagrar campeão da IndyCar no ano.

- Não éramos os mais rápidos em todas as sessões, mas fizemos uma pole e tivemos duas vitórias. Quando você vence a primeira de uma corrida dupla, obviamente espera coisas grandes na segunda. Ver as coisas irem no rumo certo duas vezes, em dois dias, com a competitividade que temos, era quase impossível - comentou Dixon.

Atualmente, o líder da IndyCar é, coincidentemente, Helio Castroneves, com 471 pontos. Scott Dixon é apenas o oitavo colocado, mas, dessa vez, com uma desvantagem de 140 pontos.

Companheiro de Dixon na Chip Ganassi, o brasileiro Tony Kanaan é outro que precisa de bons resultados. Terminando a última prova em segundo lugar, Tony é o 10º, com 305 pontos.

- Estamos fazendo um grande progresso. Eu espero que possamos dar ao Chip (Ganassi, dono da equipe) sua primeira vitória no ano, porque não está sendo um bom ano, como pensamos que seria - comentou Kanaan.

Já o líder da IndyCar, Helio Castroneves, tenta se manter na ponta do campeonato, já que, apenas nove pontos atrás, vê Will Power se aproximar do posto, puxando Ryan Hunter-Reay com ele, 32 pontos atrás do líder.

O treino de classificação para o GP de Toronto da IndyCar acontece neste sábado, às 11h (horário de Brasília), enquanto a largada está marcada para o mesmo dia, às 16h45. No domingo, o cronograma segue os mesmos horários.