icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/11/2013
10:01

Antes de a bola rolar para a partida da quarta-feira, contra o Coritiba, o técnico Tite cumprimentou Alex, do Coritiba, que é um dos líderes do movimento Bom Senso F.C., que promoveu manifestações em todas as partidas da 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O comandante do Corinthians é mais um defensor da articulação dos jogadores, que pretende melhorar o calendário do futebol nacional e protestou com faixas e atletas de braços cruzados contra a CBF.

- O Alex veio me parabenizar por todo o trabalho executado no Corinthians. Eu agradeci e o parabenizei pela mobilização que eles estão promovendo, pelo Bom Senso, que busca uma situação melhor para o profissional. Eu, como ex-boleiro, tive muitas lesões, e sei que estoura ligamento, estoura joelho. Jogador de futebol é ser humano e precisa de pelo menos 72 horas de descanso, cientificamente. A gente tem que melhorar o futebol - afirmou Tite, após vencer o Coritiba por 1 a 0, fora de casa.

O treinador utilizou exemplos externos, como o Atlético-PR, que jogou o Estadual com um time sub-23 e tem tido bom rendimento no segundo semestre, e outros dentro do próprio Corinthians para defender sua posição. Diante do Coritiba, Tite preservou Renato Augusto, que já teve três lesões graves em 2013, e Douglas, que vinha de uma sequência de seis partidas.

- Se eu jogasse contra o Coritiba com o Renato Augusto, o Fábio Mahseredjian (preparador físico do clube) me avisou: você tem sério risco de estourar o Renato. O Douglas também estava demolido... O aspecto que estamos falando é saúde - disse.

- Quando está mais fresco, o jogador acerta mais domínio, mais finalização. Até nós, quando jogamos uma peladinha, tocamos sempre para o cara que está mais descansado, não é verdade? - questionou, bem humorado.