icons.title signature.placeholder Guilherme Abrahão
04/11/2013
16:39

Sem vencer há oito jogos, o Fluminense segue convivendo com problemas nesta reta final da temporada. O maior ídolo e principal referência do time descobriu um pequena edema na coxa direita - próximo ao local na lesão - e não viaja com o time para Atibaia. O atacante foi até Belo Horizonte na segunda-feira passada para consultar-se com o radiologista Ronaldo Lins e com o Rodrigo Lasmar, médico da Seleção Brasileira.

A delegação viaja para Atibaia nesta terça-feira e a presença de Fred foi descartada. O time ficará no interior paulista até domingo, quando encara o Corinthians, em Araraquara. Os laterais-esquerdos Carlinhos e Ronan também ficarão no Rio de Janeiro realizando tratamento. O diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano, confirmou que o artilheiro foi até BH e seguiu sem dar previsão para um retorno.

- Ele se consultou com um médico de confiança dele em Belo Horizonte e depois retornou para o Rio de Janeiro. Este edema dele não é algo preocupante, foi criado pelo excesso de esforço para a recuperação. Esse edema não é uma nova lesão e foi diagnosticado pelo nosso departamento médico. Seguimos sem falar de previsão e aguardamos a evolução na próxima semana para ter algo concreto - disse o dirigente.

- Realizamos um novo exame no Fred aqui no Rio e foi constatado um novo edema em um outro local. Ele seguirá o tratamento intensivo esta semana para que possa voltar o mais breve possível ao time ainda este ano - afirmou o médico do clube, Victor Favilla.

Quem também está preocupado com o atacante do Fluminense é o treinador da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari. O comandante revelou que tem conversado semanalmente com o jogador por telefone e afirmou que ele voltaria em duas semanas.

O último jogo de Fred com a camisa do Fluminense foi na derrota por 2 a 0 para o Santos, no dia 31 de agosto. Na ocasião, o jogador sentiu um problema na coxa direita após uma cobrança de falta e teve que continuar no campo até o fim do jogo porque o técnico Vanderlei Luxemburgo já havia realizado as três substituições.