icons.title signature.placeholder Fábio Aleixo
01/03/2014
14:27

Cabeça de chave número 1 do Aberto do Brasil, Tommy Haas (12º do mundo) foi eliminado na semifinal, na tarde deste sábado.

Com muitas dores no ombro direito, o alemão não resistiu e teve de abandonar a partida contra Paolo Lorenzi (114º) quando perdia por 6-3 e 3-2.

O primeiro set da partida entre Haas e Lorenzi foi equilibrado até o oitavo game. Quando sacava em desvantagem de 3-4, Haas teve seu saque quebrado e acusou a dor no ombro. Ele precisou receber atendimento médico.

Depois disso, não conseguiu manter o mesmo nível e teve seu serviço quebrado de novo no nono game e perdeu o set.

Haas ainda seguiu lutando no segundo set, mas não resistiu às dores e teve de abandonar após o quinto game

- O ombro estava doendo de mais, não deu para continuar. É muito frustrante ter de abandonar uma partida de semifinal. Senti a dor e não conseguia mais jogar com a mesma intensidade, acertar os golpes de direita. É ruim ficar em quadra quando você tem dúvidas sobre o seu jogo - disse Haas

Aos 32 anos de idade, Lorenzi disputará neste domingo, às 16h, a sua primeira final de um torneio de nível ATP. Ele já havia conseguido um feito inédito ao alcançar às semifinais.

Esta foi a maior vitória de sua carreira. Até então, o tenista de melhor ranking que havia superado fora Thomaz Bellucci no Masters de 1.000 de Roma de 2011. À ocasião, o brasileiro era 22º.

Lorenzi, que faz a sua terceira aparição na chave principal do Aberto do Brasil, jamais havia conseguido uma vitória na competição.

Seu adversário na decisão sairá do duelo entre Thomaz Bellucci (108º) e Federico Delbonis (61º).