icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/11/2013
12:14

Sérvia e República Tcheca disputam a partir desta sexta-feira a final da Copa Davis, em Belgrado (SER). De um lado, o time tcheco será comandado por Tomas Berdych, tenista número sete do ranking mundial da ATP, do outro, o grupo sérvio será liderado por Novak Djokovic, vice-líder do ranking.

O duelo entre os dois tenistas será a principal atração da final. Este ano, os dois se enfrentaram nas quartas de final do Grand Slam de Wimbledon, em julho, com vitória de Djokovic por 3 sets a 0 (7-6, 6-4 e 6-3).

Djokovic vem de uma sequência incrível de quatro títulos consecutivos (ATP 500 de Pequim, Masters de Xangai e Paris e Finais da ATP). Confiante após 22 vitórias seguidas no circuito, o sérvio diz que esse aspecto será fundamental na decisão:

- Eu venci muitos jogos e muitos torneios recentemente. Estou coberto de confiança e obviamente isso vai nos ajudar muito neste torneio.

Para Berdych, a República Tcheca, que é atual campeã, precisa apenas focar nos três pontos que precisa para vencer a competição, que é formada por quatro jogos de simples e um de duplas. A final será no piso duro, escolhido pela Sérvia, anfitriã da decisão.

- Novak (Djokovic) vai jogar em casa, na superfície que escolheu e nas condições que prefere. Não será fácil, é claro. Mas não é um torneio de simples, precisamos pensar em marcar os três pontos. Se perdermos um duelo, ainda poderemos chegar aos três pontos que precismaos - disse Berdych.

Djokovic e Berdych se enfrentam no domingo, no penúltimo jogo da competição. Nesta sexta-feira, Djokovic enfrenta o veterano tcheco Radek Stepanek (44º), de 34 anos, enquanto Dusan Lajovic joga contra Berdych depois.

Nas duplas, a sérvia jogará com os duplistas Ilija Bozoljac e Nenad Zimonjic. Este último foi campeão nas duplas do Masters 1.000 de Monte Carlo este ano, ao lado do francês Julien Benneteau. Os tchecos jogarão com Jan Hajek e Lukas Rosol.

Nas semifinais, a Sérvia eliminou o Canadá por 3 a 2. Já a República Tcheca passou pela Argentina, pelo mesmo placar.

Tomas Berdych tem a responsabilidade de liderar a República Tcheca (Foto: AFP)

Desfalques em ambos os lados na final

Além de serem comandados por tenistas do top 10, outra semelhança entre os países será os desfalques. Na República Tcheca, a baixa é fora das quadras: Jaroslav Navratil, ex-duplista e técnico da equipe, se recupera de uma embolia pulmonar e não vai comandar a equipe.

Navratil, de 56 anos, teve alta nesta quarta-feira no hospital onde estava internado. Vladimir Safarik será o responsável no comando da equipe tcheca.

Pelo lado sérvio, o desfalque será nas quadras. Campeão do ATP 250 de Chennai (IND) no início deste ano, Janko Tipsarevic (atual 36º do ranking) não poderá jogar a final em razão de uma lesão no calcanhar.

Tipsarevic é o segundo melhor tenista da Sérvia, mas viveu uma temporada ruim após iniciar o ano como nono colocado no ranking mundial. Ele será substituído por Dusan Lajovic (117º), de 23 anos e campeão do Challenger de Seul este mês.

Cronograma das finais da Copa Davis

sexta-feira:
Novak Djokovic x Radek Stepanek (a partir das 13h, de Brasília)
Dusan Lajovic x Tomas Berdych

Sábado:
Ilija Bozoljac/Nenad Zimonjic x Jan Hajek/Lukas Rosol (a partir das 13h, de Brasília)

Domingo:
Novak Djokovic x Tomas Berdych (a partir das 11h, de Brasília)
Dusan Lajovic x Radek Stepanek

Veja os campeões recentes da Copa Davis

2012: República Tcheca (3 a 2 sobre a Espanha na final)
2011: Espanha (3 a 1 sobre a Argentina na final)
2010: Sérvia (3 a 2 sobre a França na final)
2009: Espanha (5 a 0 sobre a República Tcheca na final)
2008: Espanha (3 a 1 sobre a Argentina na final)