icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/07/2013
12:05

Camisa 10 do Palmeiras entre 2009 e 2010, Cleiton Xavier é jogador do Metalist (UCR), mas está tratando uma lesão na coxa direita na Academia de Futebol. Com moral junto à torcida palmeirense, o armador reencontrou amigos no centro de treinamentos e admitiu ter o sonho de voltar ao clube.

- O carinho que eu tenho pela torcida e pelo clube é enorme. Espero poder voltar um dia. Peço ao torcedor que vá aos estádios e incentive o nosso Palmeiras, que sem dúvida voltará para a Primeira Divisão. Espero voltar e brigar por títulos - afirmou o meia, ao site oficial do clube.

- Isso não tem preço. É legal reencontrar os funcionários e alguns companheiros, que muitos são os mesmos. É sempre um prazer - completou.

E MAIS:
> Desafetos em 2007, Valdivia e Kardec buscam formar dupla de sucesso
> Com boa fase dos titulares, reforços esperam por vaga no Palmeiras
> Diretoria do Palmeiras mostra otimismo em manter Leandro em 2014

Embora tenha deixado o Verdão sem títulos, Cleiton teve um bom retrospecto com a camisa alviverde: 43 vitórias, 25 empates e 22 derrotas em seus 90 jogos pelo time. Na Libertadores-2009, o atleta se destacou ao marcar o gol da vitória diante do Colo Colo (CHI), já perto dos acréscimos, e que garantiu a vaga às oitavas de final.

- Foi o meu momento mais marcante aqui - acrescentou.

Depois de levar o Metalist à disputa da Liga dos Campeões pela primeira vez, Cleiton Xavier se prepara para atuar com um velho conhecido no time ucraniano: Diego Souza, que atuou com ele no Verdão, e deixou recentemente o Cruzeiro para atuar lá. Antes de voltar a seu clube, contudo, o jogador irá terminar sua recuperação no Alviverde.

- A evolução está muito boa. Com a ajuda dos médicos e dos fisioterapeutas do Palmeiras, além da excelente estrutura, estou evoluindo bastante e muito contente com isso. Estarei 100% recuperado daqui alguns dias - completou.

Camisa 10 do Palmeiras entre 2009 e 2010, Cleiton Xavier é jogador do Metalist (UCR), mas está tratando uma lesão na coxa direita na Academia de Futebol. Com moral junto à torcida palmeirense, o armador reencontrou amigos no centro de treinamentos e admitiu ter o sonho de voltar ao clube.

- O carinho que eu tenho pela torcida e pelo clube é enorme. Espero poder voltar um dia. Peço ao torcedor que vá aos estádios e incentive o nosso Palmeiras, que sem dúvida voltará para a Primeira Divisão. Espero voltar e brigar por títulos - afirmou o meia, ao site oficial do clube.

- Isso não tem preço. É legal reencontrar os funcionários e alguns companheiros, que muitos são os mesmos. É sempre um prazer - completou.

E MAIS:
> Desafetos em 2007, Valdivia e Kardec buscam formar dupla de sucesso
> Com boa fase dos titulares, reforços esperam por vaga no Palmeiras
> Diretoria do Palmeiras mostra otimismo em manter Leandro em 2014

Embora tenha deixado o Verdão sem títulos, Cleiton teve um bom retrospecto com a camisa alviverde: 43 vitórias, 25 empates e 22 derrotas em seus 90 jogos pelo time. Na Libertadores-2009, o atleta se destacou ao marcar o gol da vitória diante do Colo Colo (CHI), já perto dos acréscimos, e que garantiu a vaga às oitavas de final.

- Foi o meu momento mais marcante aqui - acrescentou.

Depois de levar o Metalist à disputa da Liga dos Campeões pela primeira vez, Cleiton Xavier se prepara para atuar com um velho conhecido no time ucraniano: Diego Souza, que atuou com ele no Verdão, e deixou recentemente o Cruzeiro para atuar lá. Antes de voltar a seu clube, contudo, o jogador irá terminar sua recuperação no Alviverde.

- A evolução está muito boa. Com a ajuda dos médicos e dos fisioterapeutas do Palmeiras, além da excelente estrutura, estou evoluindo bastante e muito contente com isso. Estarei 100% recuperado daqui alguns dias - completou.