icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/11/2013
12:53

Artilheiro do Palmeiras no ano com 17 gols, Leandro tem se destacado também negativamente pelas expulsões na Série B. Gilson Kleina e os jogadores disseram que o atacante precisa mudar a postura, pois recebeu três vermelhos só no nacional. E se quiser alguém para se espelhar, o ex-gremista tem no elenco Márcio Araújo. Apesar dos 249 jogos com a camisa alviverde - quase seis vezes mais partidas que o atacante -, o volante foi expulso apenas uma vez no clube - o único vermelho também da carreira.

Nos últimos nove jogos do Verdão pela Série B, o camisa 38 atuou em sete, e acabou excluído em três deles. Seus cartões normalmente vêm ao revidar faltas ou por reclamação. Por conta da "cabeça quente", Leandro (que fez 40 jogos pelo clube desde que chegou, em fevereiro deste ano) não poderá atuar nesta terça-feira, contra o Paysandu, em jogo que poderá dar ao time o título da Série B - um empate basta para isto.

Márcio, por sua vez, é o oposto da imagem criada sobre o primeiro volante, aquele que normalmente comete faltas e, consequentemente, é punido mais vezes com cartões. Não é o caso do contestado titular. Dono da posição nos últimos quatro anos no Verdão, o jogador recebeu o único vermelho da carreira após a derrota para o Sport, com gol irregular, na Ilha do Retiro, quando os jogadores foram cobrar o árbitro Wagner Reway. Os palmeirenses que estavam no momento da expulsão, porém, alegam que não foi ele quem xingou o juiz.

É o atacante, também, quem mais levou amarelos na Série B pelo Verdão: oito. Araújo, apesar dos 32 jogos na competição, ainda não foi advertido. Quem diria que, apesar de bastante contestado, o camisa 18 pode se tornar um exemplo para que o atacante, querido pela torcida, não fique fora de tantos jogos por indisciplina - algo que Márcio não sabe bem o que é.