icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/11/2013
15:45

A penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo neste domingo em Brasília vai afunilar mais ainda a briga pelo título. Depois de seis corridas no ano, os quatro primeiros da tabela despontam como favoritos, mas a pontuação dobrada na corrida decisiva em Interlagos garante chances matemáticas para mais gente.

Aliás, falando em matemática, ela será peça chave na prova deste final de semana.

Depois de assumir a vice-liderança na corrida passada, viajo para a capital federal com o objetivo de tirar pelo menos sete pontos da diferença de 14 que me separam do primeiro colocado, Felipe Fraga. Com essa meta, chegarei à prova da pontuação dobrada dependendo apenas do meu resultado para ser campeão em Interlagos.

Claro que as contas não são feitas apenas em relação ao topo da tabela. Com um ponto de diferença para o terceiro colocado (Pedro Boesel) e dois para o quarto (meu companheiro Gabriel Casagrande), é fundamental também brigar para ficar à frente deles na pista –e consequentemente no campeonato.

Tenho certeza de que, assim como eu, eles todos vão para a pista de Brasília “com a calculadora no bolso do macacão”.

Sem dúvida é um ingrediente a mais para trazer emoção para a prova. Nossa prova de abertura da temporada aconteceu no anel externo do Autódromo Nelson Piquet e será bem interessante voltar para lá depois de cinco meses e avaliar a evolução do equipamento da categoria de acesso da Stock Car em sua temporada de estreia.

*Piloto e empresário, Marco Cozzi disputa a categoria de acesso da Stock Car desde 2008. Ele tem duas vitórias no Brasileiro de Turismo e é segundo colocado no campeonato.