icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/06/2014
08:02

Um jogo de Copa do Mundo com pouco apelo midiático. Assim pode ser definido o duelo entre Colômbia e Grécia, neste sábado, às 13h, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG). O confronto, que será o primeiro do Grupo C, coloca frente à frente duas seleções que pretendem superar a desconfiança para avançar de fase.

Enquanto os colombianos tentam esquecer da ausência de Falcao García, além das de outros quatro jogadores cortados, os gregos buscam, pela primeira vez, passar pela fase de grupos da competição.

CORTES E MAIS CORTES

Antes da Copa do Mundo, um cenário animador se desenhava para a Colômbia. Segunda colocada nas Eliminatórias da América do Sul, a equipe de José Pékerman se tornou cabeça de chave de um dos grupos mais fracos do Mundial, que, além da Grécia, conta com Japão e Costa do Marfim. Com o passar do tempo, porém, o que era animação se tornou em angústia.

Além de perder o principal jogador do time, Falcao García, os colombianos perderam outros quatro jogadores: o zagueiro Perea, do Cruz Azul (MEX), o meia-atacante Macnelly Torres, do Al Shabab (SAU), o volante Valencia, do Fluminense, e o atacante Muriel, da Udinese (ITA), também tiveram de ser cortados por causa de problemas físicos.

Jogador titular mais experiente do time de José Pékerman, o zagueiro Yepes crê que, apesar dos diversos empecilhos, a equipe colombiana tem potencial para confirmar o favoritismo.

- Tenho experiência e liderança, mas somos um grupo muito unido e temos capacidade de fazer um bom Mundial dessa maneira, como um todo. A ideia é que possamos nos apoiar um nos outros para jogar bem esta Copa – afirmou Yepes, que tem 38 anos de idade.

PARA "CHOCAR" O MUNDO

Uma das seleções menos badaladas, a Grécia não tem uma meta muito ousada para esta Copa do Mundo: avançar de fase. É norteados por este objetivo que os gregos estreiam diante da favorita Colômbia.

Para o zagueiro Sokratis Papastathopoulos, inclusive, a equipe pode, sim, conseguir pela primeira vez uma vaga entre as 16 melhores seleções do mundo.

- Pessoalmente, eu vou ficar muito contente de ver nossa equipe entre os 16 classificados", declarou o zagueiro do Borussia Dortmund ao site da Fifa. "A partir daí, como já vimos muitas vezes no passado, tudo pode acontecer. Espero estar 100% pronto, tanto mental quanto fisicamente para fazer meu melhor e ajudar meu time.

FICHA TÉCNICA

COLÔMBIA X GRÉCIA

DATA/HORA: 14/06/2014 - 13h
ESTÁDIO: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

COLÔMBIA: Ospina; Zúniga, Valdés, Yepes e Armero; Aguilar, Sanchez, Cuadrado e James Rodriguez; Teófilo Gutierrez (Jackson Martínez) e Carlos Bacca. Técnico: José Pekerman

GRÉCIA: Karnezis; Torosidis, Manolas, Papastathopoulos e Holebas; Tziolis, Katsouranis e Maniatis; Salpingidis, Samaras e Mitroglou.