icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/12/2013
00:13

Enquanto esteve igual no "placar" dos jogadores em campo, o Internacional esteve melhor que o Corinthians. Ao menos, esta foi a leitura do técnico Clemer após o empate em 0 a 0 com o Timão, na noite deste sábado, no Pacaembu. O vestiário colorado teve um clima de fim de festa, por conta da necessidade de uma combinação improvável de resultados para que o time seja rebaixado. Entrevistas já projetaram 2014.

- Melhorou, hoje o Inter é um time compacto, faz uma marcação em cima do adversário. Fomos superiores ao Corinthians no primeiro tempo. Se perde um jogador aos 7 minutos, com uma festa aqui, a gente na preocupação de ganhar para sair da zona desconfortável. Fizemos duas linhas e o time se comportou bem pela dedicação. Pelo resultado, a gente poderia ter melhor no primeiro tempo. No segundo, a coisa dificultou um pouco - admitiu o técnico colorado.

O balanço da temporada também teve espaço nas palavras do ex-goleiro. O ídolo assumiu o clube após a demissão de Dunga e comandou a equipe em 12 jogos no Brasileirão e um na Copa do Brasil. Trata de valorizar o elenco e agradecer pela dedicação dos jogadores ao que tem sido pedido nos últimos meses. O treinador deixa o cargo após o jogo com a Ponte Preta - deve, também, deixar o clube gaúcho. 

- O final de temporada não foi dos melhroes. Estamos brigando em uma situação onde não era para estar, pelo elenco que temos. São coisas que acontecem, não posso analisar o começo porque não estava presente. A pequena parte que assumi o grupo, tenho que valorizar o grupo, a todo momento é quem vem buscando, brigando e tem qualidade. A fase não ajuda. Teve jogos que perdemos inúmeras oportunidade e não saímos com a vitória. A fase não estava ajudando. Tentamos dar um padrão para a equipe, cada treinador tem seu pensamento. A gente vem fazendo partidas boas desde o dia que eu cheguei aqui, jogamos sempre na pressão. Para sair de uma situação desconfortável que a gente se encontra - avaliou o comandante.

Em noite de homenagens, Corinthians e Internacional empatam