icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/12/2013
22:19

O técnico Claudinei Oliveira exaltou a vitória do Santos sobre o Atlético-PR, por 2 a 1, no Teixeirão, em Presidente Prudente. O treinador, que fez seu penúltimo jogo à frente da equipe, aproveitou para provocar também. Na rodada passada, o Peixe venceu o Fluminense, mas ele não ficou contente com a repercussão do resultado.

Claudinei também voltou a falar que não está usando esses últimos jogos no Brasileirão para dar algum recado à diretoria do Santos, mostrando que poderia ser o comandante do time no ano que vem. Segundo o treinador, o objetivo é deixar uma "boa última impressão".

- Não tenho que dar recado para ninguém, tem de jogar cada um por si e um pelo outro. Estou começando a minha história como técnico, mas tem vários jogadores campeões de muitos títulos, que têm seu nome a zelar. Então, não é para dar recado, não - afirmou o treinador, em entrevista coletiva após a partida.

- Ganhamos do Fluminense na última semana, mas falaram que eles foram apáticos. Agora, quero ver o que vão falar hoje, com essa vitória sobre o Atlético-PR, que era o vice-líder do campeonato. Não adianta, tem que correr e jogar bola para ganhar do Santos, que não é um time tão fácil a ser batido. Hoje a gente ganhou e ganhou bem, finalizamos bastante, utilizamos o contra-ataque como arma no segundo tempo. Temos que terminar bem para deixar uma boa última impressão, a primeira é a que fica, mas é importante deixar a última impressão boa - acrescentou.

O treinador foi avisado no último dia 19 de que não permaneceria no comando do time para o ano que vem. O Santos negocia com Oswaldo de Oliveira, do Botafogo, e com Ney Franco, do Vitória. Zinho, gerente de futebol santista, admitiu que conversa com o possível próximo treinador e não acredita que o planejamento do Peixe esteja atrasado.