icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
28/02/2015
16:22

Quando ABC e América-RN entrarem em campo no próximo domingo, para a sexta rodada do Campeonato Potiguar, uma nova página da história centenária do maior clássico do Rio Grande do Norte estará sendo escrita. Vai ser a 514º vez em que os dois maiores clubes potiguares medirão força, entre jogos amistosos e partidas oficiais, segundo dados do pesquisador norte-rio-grandense, Marcos Trindade.

A primeira vez em que abecedistas e americanos estiveram frente a frente foi há pouco menos de 100 anos. Em 26 de setembro de 1915, no campo da Vila Cincinato, o ABC goleou o América por 4 a 0 e deu início à uma longa história de rivalidade.

De lá para cá, o “Mais Querido do RN” abriu vantagem sobre o maior rival. São 178 vitórias alvinegras contra 175 vitórias rubras. Além destes, 161 jogos terminaram empatados e um resultado é desconhecido.

Com mais vitórias e com mais títulos potiguares. O ABC é o recordista mundial de títulos estaduais: já foram 52 taças levadas para a Frasqueira. O América levantou 34 troféus.

A maior série de títulos em sequência também é abecedista. Entre 1932 e 1941, o ABC foi soberano no estado. Apenas a Segunda Guerra Mundial foi capaz de parar o ímpeto do alvinegro. Com a “invasão” estadunidense em Natal, em 1942, o então Campeonato Natalense, estadual à época, teve que ser interrompido. A guerra destruiu nações e sucumbiu a melhor fase de um time potiguar da história.

Porém, nos últimos anos, o América conseguiu tirar um pouco da vantagem imposta pelo seu maior rival. Levando-se em conta apenas jogos do Campeonato Potiguar, o Dragão não perde do Mais Querido desde fevereiro de 2012. Somando oito jogos de invencibilidade na competição.

No domingo, americanos e abecedistas subirão ao gramado do Estádio Frasqueirão, às 18h30, defendendo seus clubes e toda uma história de rivalidade, que se confunde com a história do futebol potiguar.


Por Norton Rafael