icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/07/2013
11:20

Se a nova molecada do Santos precisava de uma "prova de fogo" para mostar que ainda tem muito a render neste segundo semestre, ela teve o seu pedido aceito. E em dose dupla. Num espaço de apenas cinco dias, o Peixe enfrentará os dois últimos Campeões do Mundo: Barcelona e Corinthians.

Na caminhada dos títulos mundiais conquistados pelos dois adversários, o Santos esteve presente, mas as recordações não são nada agradáveis. De cara, nesta sexta-feira, no Camp Nou, pelo Troféu Joam Gamper, o Alvinegro enfrentará um algoz que mudou a forma de pensar da equipe.

Em 2011, na final do Mundial Interclubes, em Yokohama, no Japão, o Santos encarou o todo poderoso Barcelona de Messi, Xavi, Iniesta & Cia, na final da competição, e foi goleado por 4 a 0. Ao fim do jogo, os santistas disseram ter passado por "uma aula de jogar futebol".

No ano seguinte, o título do Mundial ficou nas mãos do arquirrival Corinthians, que será a segunda prova de fogo para os Meninos da Vila, na próxima quarta-feira, dia 07, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. A conquista veio após vitória por 1 a 0 sobre o Chelsea, da Inglaterra, também na cidade de Yokohama (JAP).

Assim como o Barcelona, o Corinthians teve o Santos pela frente. Na semifinal da Libertadores daquele ano, o Peixe foi eliminado pelos rivais, após derrota no jogo de ida, na Vila Belmiro, por 1 a 0, e empate por 1 a 1, no Pacaembu, na volta. Na final, contra o Boca Juniors, os corintianos ficariam com o título da competição sul-americana.

Mais do que duas "provas de fogo" e o reencontro com os algozes dos últimos dois anos, o Peixe terá a oportunidade de se "vingar". Chegou a hora?

Se a nova molecada do Santos precisava de uma "prova de fogo" para mostar que ainda tem muito a render neste segundo semestre, ela teve o seu pedido aceito. E em dose dupla. Num espaço de apenas cinco dias, o Peixe enfrentará os dois últimos Campeões do Mundo: Barcelona e Corinthians.

Na caminhada dos títulos mundiais conquistados pelos dois adversários, o Santos esteve presente, mas as recordações não são nada agradáveis. De cara, nesta sexta-feira, no Camp Nou, pelo Troféu Joam Gamper, o Alvinegro enfrentará um algoz que mudou a forma de pensar da equipe.

Em 2011, na final do Mundial Interclubes, em Yokohama, no Japão, o Santos encarou o todo poderoso Barcelona de Messi, Xavi, Iniesta & Cia, na final da competição, e foi goleado por 4 a 0. Ao fim do jogo, os santistas disseram ter passado por "uma aula de jogar futebol".

No ano seguinte, o título do Mundial ficou nas mãos do arquirrival Corinthians, que será a segunda prova de fogo para os Meninos da Vila, na próxima quarta-feira, dia 07, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. A conquista veio após vitória por 1 a 0 sobre o Chelsea, da Inglaterra, também na cidade de Yokohama (JAP).

Assim como o Barcelona, o Corinthians teve o Santos pela frente. Na semifinal da Libertadores daquele ano, o Peixe foi eliminado pelos rivais, após derrota no jogo de ida, na Vila Belmiro, por 1 a 0, e empate por 1 a 1, no Pacaembu, na volta. Na final, contra o Boca Juniors, os corintianos ficariam com o título da competição sul-americana.

Mais do que duas "provas de fogo" e o reencontro com os algozes dos últimos dois anos, o Peixe terá a oportunidade de se "vingar". Chegou a hora?