icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/06/2014
13:01

Ao saber da punição de um jogo dada pela Fifa ao assessor de imprensa da CBF, Rodrigo Paiva, o chileno Maurício Pinilla revoltou-se por meio de sua conta oficial no Twitter. Um vídeo feito no Mineirão confirma que Paiva deu um soco no atacante chileno no intervalo, de acordo com pronunciamento da entidade nesta segunda.

- O senhor chefe de imprensa do Brasil me agrediu com o punho no túnel sem razão. A Fifa não pode tolerar esse delinquente. A Fifa tem de intervir, é gravíssimo. Não pode qualquer tarado vir a agredir um jogador, ainda mais um chefe de imprensa. Um jogo para ele? Vergonha! - escreveu o chileno.

E MAIS:
> Ex-atletas questionam 'abalo' da Seleção e capitão do Tri critica Thiago Silva
> Felipão usa tática antiestresse na Seleção com apoio de seu staff
> Seleção completa um ano de título com dramas técnicos, táticos e emocionais
> Preparador de Julio no Flamengo conta sobre como goleiro se cobra

- Suárez por uma mordida arrisca sua carreira... Um chefe de imprensa por um soco na cara? Fifa? Exijo da Fifa uma punição exemplar igual ao meu colega Suárez. Isso é mais grave, há imagens! - disparou o atleta, referindo ao atacante uruguaio, que pegou 9 jogos de gancho, quatro meses afastado dos estádio, além de multa, por mordida no italiano Chiellini, na primeira fase da Copa.

Desde sábado, Paiva nega que tenha agredido. Ele alega que aconteceu uma confusão normal na entrada do vestiário. A CBF deve recorrer na Fifa.