icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
26/02/2015
23:47

Que jogo, que vitória! Nesta quinta-feira, Franca Basquete e Minas Tênis Clube fizeram um duelo parelho desde o primeiro minuto, e que foi decidido apenas no último segundo. Com bolas de 3 pontos do norte-americano Robby Collum quase no estouro do cronômetro, o time de Belo Horizonte mostrou toda sua força e venceu o confronto direto com os francanos em pleno Ginásio Pedrocão, por 69 a 66.

Collum, por sua vez, apresentou seu cartão de visitas ao torcedor francano de maneira um tanto quanto inusitada. Com 13 pontos e autor da decisiva bola da vitória, o jogador voltará ao Pedrocão no dia 07 de março defendendo o NBB Mundo no Jogo das Estrelas 2015, onde também estarão seus companheiros de equipe Henrique Coelho e o técnico Demétrius, ambos do NBB Brasil.

Com aproximadamente cinco minutos para o fim do duelo, o clube de Belo Horizonte perdia por nove pontos, mas os visitantes não desistiram, emplacaram uma impressionante corrida de 18 a 2 em cinco minutos e não só viraram como abriram seis pontos de frente. Os francanos ainda conseguiram empatar o jogo a oito segundo do fim, mas Collum acertou o triplo decisivo a um segundo do fim e deu a emocionante vitória aos mineiros.

COLLUM DECIDE A PARTIDA

As duas equipes iniciaram a partida amarradas, fazendo um jogo extremamente disputado e equilibrado. O cenário do duelo permaneceu assim durante os sete primeiros minutos de jogo, até que o Minas deslanchou e abriu oito pontos de frente (18 a 10). Mas o Franca correu atrás nos momentos finais e encerrou o primeiro quarto perdendo por quatro pontos: 18 a 14.

Os comandados de Lula Ferreira entraram no segundo período com outra postura e determinado a mudar sua situação na partida. E conseguiu. Firme na defesa, o time da casa emplacou uma corrida de 12 a 2 nos primeiros cinco minutos da parcial e não só viraram o jogo como abriram seis pontos de frente (26 a 20), vantagem esta que, muito graças às quatro bolas de 3 pontos de Helinho, subiu para nove pontos ao final da primeira metade do duelo: 38 a 31.

O terceiro período seguiu parelho e altamente acirrado, mas os francanos continuaram com a vantagem nas mãos. Apesar das oscilações, que fizeram com que sua frente variasse entre nove e até dois pontos, o time da Capital do Basquete permaneceu firme na ponta do placar e caminhou para os dez minutos finais com 49 a 45 no marcador.

Mas a história do confronto mudou no último quarto. O Franca conseguiu administrar sua vantagem até a primeira metade da parcial, quando ainda vencia por 11 pontos (59 a 48). No entanto, a partir daí, o Minas iniciou uma incrível reação, fechou sua defesa e emplacou uma impressionante corrida de 18 a 2 nos quatro minutos seguintes, sequência esta que não só virou o jogo como abriu cinco pontos de frente, restando cerca de um minuto e meio para o fim do duelo.

Depois do baque, os francanos não jogaram a toalha e voltaram firmes para o duelo. Com bola de 2 pontos de André Coimbra com pouco mais de um minuto para o estourar do cronômetro, os donos da casa reduziram o prejuízo para três tentos e tornaram a ter esperanças no confronto (66 a 63). O minuto final foi longo, e nenhuma das equipes conseguia pontuar, até que, restando oito segundos para o fim, Léo Meindl acertou um arremesso de 3 pontos e empatou a partida, para delírio do público presente no Pedrocão (66 a 66).

No entanto, quando tudo parecia caminhar para a prorrogação, o Minas surpreendeu novamente e, na mesma moeda, com uma bola de 3 pontos, o ala/armador norte-americano Robby Collum acertou o tiro decisivo a um segundo do apagar das luzes e garantiu a emocionante vitória aos minastenistas em pleno Ginásio Pedrocão (69 a 66). O técnico Lula Ferreira ainda pediu um tempo e tentou ensaiar uma jogada para empatar o jogo novamente, mas Marcos Mata não conseguiu efetuar um bom arremesso e o triunfo ficou mesmo com os mineiros.