icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
23/11/2014
20:04

Vice-artilheiro do Cruzeiro no Brasileirão, com 14 gols, Marcelo Moreno celebrou a conquista nacional, mas não deixou de pedir ao presidente Gilvan de Pinho Tavares a sua manutenção na Toca da Raposa 2. O centroavante abraçou o mandatário no gramado e, em bate-papo rápido, pediu um esforço da diretoria por sua permanência.

Está é a segunda passagem do atacante por Belo Horizonte. Ele diz se identificar com o clube e não escondeu que o seu desejo é seguir na capital mineira, embora tenha os direitos econômicos ligados ao Grêmio.

– A gente se identifica bastante com essa camisa e tomara que continue assim. Meu desejo é ficar. Tomara que isso aconteça. Falei para ele fazer uma força que eu quero ficar. Tomara que isso possa acontecer, é meu desejo, é desejo do Cruzeiro também e tomara que isso aconteça – disse.

O título brasileiro e a finalíssima da Copa do Brasil, na quarta-feira, às 22h, diante do Atlético-MG, tornaram-se assuntos secundários no discurso do boliviano, que elogiou o grupo celeste.

– Todos lutaram por isso. Temos que agradecer por ter um grupo bom, que sabe o momento certo de jogar ou não – declarou o camisa 18, que ainda completou:

– Não vai dar tempo nem de comemorar esse título. Tomara que, na quarta-feira, a gente comemore a Tríplice Coroa aqui.