icons.title signature.placeholder Igor Siqueira e Luiz Signor
29/11/2013
15:20

O Ceará não ficou nada satisfeito com a possibilidade de o Bragantino "aliviar" diante do Figueirense, em duelo que pode garantir o retorno do time catarinense à Série A do Campeonato Brasileiro. O clube cearense estuda como agir após essa possibilidade ter sido levantada pelo zagueiro Álvaro, um dos seis jogadores que não enfrentarão a equipe de Florianópolis neste sábado, em jogo da 38ª e última rodada da Segundona.

– Vamos nos reunir com o departamento jurídico para saber o que poderemos fazer com isso. Vamos estudar – disse Evandro Leitão, presidente do Ceará, ao LANCE!Net, logo após lamentar a polêmica criada para a última rodada da Série B.

– Fomos pegos de surpresa com o que saiu na mídia sobre essa situação, que nos entristece muito. Ainda mais nesse momento, com o nosso país passando por tantas transformações, políticos sendo presos e o Bom Senso F.C sendo voz ativa e buscando melhorias para o futebol. É muito triste saber que algo assim pode acontecer.

A tendência é que a CBF e o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) sejam notificados pelo Ceará nas próximas horas. Ao L!Net, Paulo Schmitt, procurador-geral do STJD, garantiu não ter recebido nada de oficial do clube e declarou que a Federação Cearense de Futebol (FCF) deverá auxiliar o seu clube filiado na questão.

Leitão ainda confirmou ter se encontrado com jogadores do Bragantino durante a semana, mas negou ter oferecido dinheiro aos mesmos, o que foi dito por Marquinhos Chedid, presidente do clube de Bragança Paulista. O zagueiro Álvaro foi um dos atletas ouvidos por ele.

– Estivemos em São Paulo aproveitamos para nos reunirmos (em Bragança Pauista) com alguns jogadores do Bragantino sim, mas para saber o que estava acontecendo, como eles iriam para esse jogo, já que existia essa chance de alguns deles serem dispensados, o que aconteceu. Estávamos preocupados com isso. Mas, em momento algum, oferecemos dinheiro. Isso já é ele (Marquinhos Chedid), querendo tirar o foco dele. Não oferecemos dinheiro – concluiu Leitão.

O Ceará é o sexto colocado na Série B, com 59 pontos. Para integrar o G4 da competição e voltar à Série A, o Vozão precisa vencer o Joinville no Castelão e ainda torcer por tropeços de Figueirense, o rival do Bragantino no Nabi Abi Chedid, e Icasa, que visitará o Paraná, no Durival de Britto. O time catarinense e a equipe de Juazeiro do Norte também somam 59 pontos, sendo que o primeiro depende apenas de si.