icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/12/2013
23:57

O presidente da CBF, José Maria Marin, se posicionou no fim da noite deste domingo sobre a pancadaria no jogo entre Atlético-PR e Vasco, pela última rodada do Brasileirão, que deixou três torcedores hospitalizados.

Por meio de nota no site oficial da entidade, o dirigente prometeu tomar atitudes sobre mais um caso de violência no futebol brasileiro.

- O futebol é a maior paixão do brasileiro e como tal tem de ser encarado, com o espírito de esportividade e alegria. Não podemos mais permitir que episódios de violência e de selvageria voltem a ser vistos por todos nós e pelos verdadeiros torcedores que amamos esse esporte. A CBF vai agir, mais uma vez, para combater essa violência injustificável - disse o presidente, sem, no entanto especificar que tipo de medida será tomada:

- É o que cabe à CBF neste momento. Temos de aguardar a posição de todos os setores envolvidos na questão.

No texto, Marin se diz solidário com os familiares dos três torcedores que estão internados em estado grave em Joinville, Santa Catarina.