icons.title signature.placeholder Carlos Alberto Vieira, Igor Siqueira, Leo Burlá e Michel Castellar
22/07/2014
10:59


A CBF anunciou nesta terça-feira o novo técnico da Seleção Brasileira. O tetracampeão Dunga está de volta ao cargo, depois de um período de quatro anos na função, entre 2006 e 2010.

- É um prazer estar aqui novamente, uma felicidade imensa. Quero agradecer ao convite e a confiança do presidente pela minha retomada à frente da Seleção. Vamos trabalhar em conjunto com as categorias de base, com o Gallo, e a coordenação do Gilmar - disse Dunga.

A confirmação oficial veio em uma coletiva na manhã desta terça-feira, na sede da entidade, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, da qual participaram o presidente José Maria Marin, o vice Marco Polo Del Nero e o coordenador geral de seleções, Gilmar Rinaldi.

- Foi campeão do mundo, capitão de uma seleção campeã, demonstrou capacidade para dirigir a Seleção e mostrou isso através de números. Foi uma escolha feita através da participação de todos que estão aqui na mesa, numa demonstração de unidade e total integração visando grandes conquistas no futuro. É um homem experimentado como atleta e homem. Depositamos total confiança na sua competência e sua capacidade de trabalho - disse o presidente José Maria Marin.


A comissão técnica que vai trabalhar junto ao novo treinador será anunciada nos próximos dias, segundo Gilmar Rinaldi.

Com Dunga, a Seleção faturou a Copa América-2007, a Copa das Confederações-2009, mas sucumbiu diante da Holanda na Copa-2010, nas quartas de final. Desde que foi demitido por Ricardo Teixeira, Dunga só treinou o Internacional, em 2013.

Nessa segunda passagem, Dunga terá a missão de trabalhar em conjunto com o coordenador das divisões de base do Brasil, Alexandre Gallo, para fomentar o surgimento de jovens jogadores, além de preparar o time para a Olimpíada do Rio, em 2016.

A estreia de Dunga será em um amistoso contra a Colômbia, no dia 5 de setembro, nos Estados Unidos.