icons.title signature.placeholder Walace Borges
icons.title signature.placeholder Walace Borges
01/07/2013
16:12

Não há torcedor brasileiro que tenha acordado hoje sem lembrar dos gols de Fred, dos belos lances e até mesmo do lindo gol de Neymar. Agora, fatalmente poucos irão falar sobre um dos nomes que pode ter mudado o duelo da água para o vinho: Luiz Gustavo, o homem que anulou Iniesta.

Jogador dono da confiança de Felipão, Luiz Gustavo foi a grande aposta do técnico para esta Copa das Confederações. Porém a coragem deu resultado, como mostram os números do FOOTSTATS. O camisa 17 foi o jogador designado para marcar Iniesta e terminou o duelo com o maior número de roubadas de bola no Brasil. Sete no total, quatro a mais que Daniel Alves. Enquanto isso, o craque espanhol foi quem mais errou passes na Espanha. Oito ao todo, três a mais que Sérgio Ramos.

E MAIS:

> Djalma Santos, bicampeão mundial, está internado em Uberaba
> Fred revela recado de Parreira: 'Somos penta e a hierarquia precisa ser respeitada'
> Thiago Silva revela que Tito Vilanova o convidou para jogar no Barcelona
> Lutadores comemoram título da Seleção Brasileira na Copa das Confederações

Reserva de Javi Martinez (que é banco na´Fúria) no Bayern de Munique campeão da Europa, Luiz Gustavo sempre foi visto com muita desconfiança pelas arquibancadas brasileiras. Pouco conhecido, ele provou durante a Copa das Confederações que merece mais respeito e praticamente carimbou sua presença na Copa do Mundo do ano que vem.

Luiz Gustavo foi impecável na marcação de Iniesta. Fazendo a cobertura das subidas de Paulinho e Daniel Alves, além de funcionar como terceiro zagueiro em algumas oportunidades

Curiosamente, Luiz Gustavo também apareceu como um dos jogadores que mais acertou passes no Brasil. Mesmo chegando poucas vezes com força no ataque, ele acertou 39 passes, atrás apenas de Marcelo, com 41. Além disto, a torcida brasileira pode ter certeza que não tem um brucutu no meio de campo, já que o camisa 17 fez apenas uma falta durante todo o jogo.

Para o camisa 17, o resultado foi excelente, assim como para a Seleção Brasileira. Agora cabe a ele manter o ritmo e conseguir jogar no Bayern de Munique para chegar no ápice em junho do ano que vem, na Copa do Mundo.

Não há torcedor brasileiro que tenha acordado hoje sem lembrar dos gols de Fred, dos belos lances e até mesmo do lindo gol de Neymar. Agora, fatalmente poucos irão falar sobre um dos nomes que pode ter mudado o duelo da água para o vinho: Luiz Gustavo, o homem que anulou Iniesta.

Jogador dono da confiança de Felipão, Luiz Gustavo foi a grande aposta do técnico para esta Copa das Confederações. Porém a coragem deu resultado, como mostram os números do FOOTSTATS. O camisa 17 foi o jogador designado para marcar Iniesta e terminou o duelo com o maior número de roubadas de bola no Brasil. Sete no total, quatro a mais que Daniel Alves. Enquanto isso, o craque espanhol foi quem mais errou passes na Espanha. Oito ao todo, três a mais que Sérgio Ramos.

E MAIS:

> Djalma Santos, bicampeão mundial, está internado em Uberaba
> Fred revela recado de Parreira: 'Somos penta e a hierarquia precisa ser respeitada'
> Thiago Silva revela que Tito Vilanova o convidou para jogar no Barcelona
> Lutadores comemoram título da Seleção Brasileira na Copa das Confederações

Reserva de Javi Martinez (que é banco na´Fúria) no Bayern de Munique campeão da Europa, Luiz Gustavo sempre foi visto com muita desconfiança pelas arquibancadas brasileiras. Pouco conhecido, ele provou durante a Copa das Confederações que merece mais respeito e praticamente carimbou sua presença na Copa do Mundo do ano que vem.

Luiz Gustavo foi impecável na marcação de Iniesta. Fazendo a cobertura das subidas de Paulinho e Daniel Alves, além de funcionar como terceiro zagueiro em algumas oportunidades

Curiosamente, Luiz Gustavo também apareceu como um dos jogadores que mais acertou passes no Brasil. Mesmo chegando poucas vezes com força no ataque, ele acertou 39 passes, atrás apenas de Marcelo, com 41. Além disto, a torcida brasileira pode ter certeza que não tem um brucutu no meio de campo, já que o camisa 17 fez apenas uma falta durante todo o jogo.

Para o camisa 17, o resultado foi excelente, assim como para a Seleção Brasileira. Agora cabe a ele manter o ritmo e conseguir jogar no Bayern de Munique para chegar no ápice em junho do ano que vem, na Copa do Mundo.