icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/06/2014
18:53

Em meio a paralisação do Campeonato Brasileiro para a realização da Copa do Mundo, o meia Paulo Baier fez uma análise sobre o desempenho do Criciúma neste primeiro semestre da atual temporada. O capitão do Tigre reconheceu os tropeços no Catarinense e na Copa do Brasil, mas destacou uma evolução em sua equipe, 13ª colocada no Brasileirão.

- Foi muito positivo esse semestre. No início foi um pouco difícil, o que é uma coisa normal de entrosamento com jogadores que nunca jogaram juntos. Com a base que nós temos e o que o Wagner Lopes está implantando, acho que a equipe está melhorando e está fazendo até além da expectativa de algumas pessoas. A gente espera manter isso - analisou.

E MAIS:
> Criciúma acerta com Zé Carlos e busca atacante do Lanús
> Quer ganhar um livro sobre a Copa do Mundo? Clique e pegue o seu!
> De promessa à dispensa: Lulinha, ex-Timão, deixa o Criciúma

Para o camisa 10 do Tricolor, a parada na competição será fundamental para seu time. Segundo Baier, o tempo destinado ao Mundial servirá para o Criciúma fortalecer o elenco e aprimorar o condicionamento físico:

- A parada é importante para o corpo ter um descanso e ver a família. Ainda dá para fazer uma intertemporada legal porque tem tempo para isso. Teremos 30 dias para treinar e ajustar o time, até porque depois é jogo direto nas quartas e domingos. Então é preciso ter um elenco forte e bem fisicamente, por isso essa parada será bom para todos os atletas. Temos que tentar estar sempre melhor que os adversários para buscar os objetivos.