icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/11/2014
11:20

A compra dos direitos televisivos da RTP, emissora pública de Portugal, da Liga dos Campeões, tem causado polêmica no país. O canal tem sido, alegadamente, deficitário nos últimos anos, e gastou 18 milhões de euros (R$ 57 milhões) para garantir a transmissão do torneio pelos próximos três anos. Uma das reclamações é que este mesmo governo tinha deixado de lado investimentos milionários como este em 2012.

Entre as principais reclamações está a atual situação do país, em que o governo cobra austeridade, corta pensões e alguns subsídios, e aumenta impostos. Portugal, apesar de apresentar lentos sinais de melhora, vive uma crise desde, pelo menos, 2010.

Outra situação que incomoda e causou mais polêmica foi a concorrência. Além da RTP, emissoras privadas, como TVI e SporTV estavam dispostas a pagar pela Liga dos Campeões.

Três clubes portugueses estão na fase de grupos da Liga dos Campeões nesta temporada. O Porto já se garantiu nas oitavas de final. O Benfica é lanterna do Grupo C e vive situação complicada. O Sporting é o terceiro do Grupo G e briga diretamente com o Schalke 04 pela classificação.