icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
08/02/2015
18:51

Villa Nova e Guarani de Divinópolis ficaram no 1 a 1, neste domingo, no Castor Cifuentes, em Nova Lima, pela terceira rodada do Campeonato Mineiro. O Guarani saiu na frente com um bonito gol de Michel Cury no primeiro tempo e o Villa empatou na etapa final, numa cobrança de pênalti de Edivan. O resultado colocou o Villa com quatro pontos. O Bugre marcou o seu primeiro ponto.

O jogo começou com o Guarani muito melhor, perdendo várias chances, diante de um Villa Nova muito acuado e errando passes. Aos 29, Michel Cury recebeu desmarcado e colocou o Guarani na frente. O Bugre, sempre buscando acionar o experiente Fábio Júnior na frente, poderia ter ampliado. Mas não conseguiu. Na etapa final, o time da casa voltou um pouco melhor no ataque e acabou chegando ao gol aos 25 minutos, quando Michel Douglas dominou,  saiu da marcação de dois zagueiros e sofreu pênalti de Tiago Papel. O lance foi muito contestado pelo Guarani, que considerou simulação. Edvan cobrou e empatou a partida.

- O resultado foi bastante justo. O Guarani foi melhor no primeiro tempo, nós melhoramos na etapa final, quase viramos, o goleiro deles fez uma ótima defesa. Mas a justiça seria mesmo o empate. Mas uma verdade tem de ser dita: ainda temos de melhorar muito para sonhar com algo a mais - disse Wellington Fajardo, técnico do Villa Nova. 

Para o volante Marcelo Rosa, o Villa Nova  teve dificuldade para se impor diante do Guarani e que o time vacilou no lance do gol. Porém, mesmo com a forte chuva que comprometeu a qualidade da partida, o grupo teve atitude para não sair de campo derrotado. E vê evolução no time em relação à primeira rodada, quando o Villa passou pelo Tombense.

E MAIS:
> Cruzeiro quer mais reforços e vai atrás de Henrique
> Levir Culpi analisa a vitória do Atlético sobre o Mamoré

- Creio que daqui para a frente vamos melhorar e buscar a nossa classificação para a fase decisiva.

Já Michel Cury lamentou o fato de o Guarani não ter saído com a vitória. E reclamou do pênalti que originou o empate do Leão do Bonfim.

- Evoluímos muito em relação à derrota para o América. Nossa equipe foi superior na primeira parte e poderíamos tem ampliado a vantagem. No segundo tempo  veio aquele pênalti que para mim não aconteceu. Bem, acabou o jogo e não ganhamos, não vamos ficar reclamando mais.

O meia, o melhor em campo, elogiou o comportamento da torcida e acredita que ela mais uma vez irá prestigiar o time na próxima quarta-feira, quando o Guarani enfrentará o Cruzeiro em Nova Serrana, já que o jogo não poderá ser em Divinópolis porque a iluminação do estádio do Bugre é precária.

- Os torcedores nos prestigiaram aqui em Nova Lima. Imagine como será contra o Cruzeiro. Agora vamos tentar surpreender a Raposa. Claro que estamos Tristes, pois queríamos  jogar em Divinópolis, se fosse lá a festa seria maior - finalizou Cury.