icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2014
16:18

Vai começar neste sábado a 51ª edição do Super 10 (Campeonato Brasileiro de Rugby), com cinco confrontos pela 1ª rodada. Disputado desde 1964 entre as melhores equipes de rugby XV do país, a competição conta hoje com dez clubes: Armstrong Dragons, Bandeirantes Saracens, Curitiba, Desterro, Farrapos, Niterói, Pasteur, Rio Branco, São José e SPAC.

– O Super 10 é o mais importante e tradicional torneio entre clubes de rugby no Brasil. Nele participam as dez principais equipes da modalidade no País e é onde se pode observar o melhor nível técnico de jogo – afirma Agustin Danza, CEO da Confederação Brasileira de Rugby (CBRu), organizadora da competição.

A temporada 2014 dos campeonatos nacionais será um marco para a CBRu, já que a partir deste ano as equipes participantes precisarão cumprir uma série de pré-requisitos para continuarem atuando nas ligas, maneira encontrada pela entidade para manter o rugby sempre em desenvolvimento no País.

– Além da qualidade do jogo no torneio, o Super 10 também é importante para a CBRu como ferramenta para construir o futuro do rugby brasileiro. Todos os clubes do Super 10 devem ter categoria M19 e categorias inferiores ativas. Além disso, eles devem colocar seus treinadores na capacitação da CBRu e formar árbitros, entre outros requisitos. Essas condições são fundamentais para garantir o crescimento do esporte, tanto em número de praticantes como em qualidade de jogo. Nós queremos clubes fortes que pensem no futuro, que se renovem e estejam próximos da comunidade, para criarmos bases sólidas para o rugby no País – completou Danza.

O atual campeão SPAC, o vice Pasteur AC e o São José Rugby Clube são apontados por especialistas como os favoritos ao título, mas equipes tradicionais como o Rio Branco e o Niterói, além do proeminente Farrapos e do Bandeirantes Saracens e sua inédita parceira internacional podem surpreender. O Super 10 2014 marca ainda a estreia do Armstrong Dragons, conhecido até a última temporada como Alecrim, o único representante da região Nordeste na competição.