icons.title signature.placeholder Pedro Leanza e Walace Borges
27/11/2013
20:23

Muitos bambistas estão agindo livremente no entorno do Maracanã, mas um fato curioso aconteceu momentos antes da partida entre Flamengo e Atlético-PR, na Copa do Brasil. Uma van com torcedores rubro-negros vindos de Juiz de Fora (MG) parou nos arredores do estádio e um integrante do veículo desceu querendo vender um ingressos sobrando.

Porém, o rapaz, que pagou R$ 250,00 queria repassar o bilhete pelo sobro do preço. Não satisfeito, Renato Santana ofereceu o bilhete a um policial, o oficial Santana, do 4º BPM, que recusou, porém, não coibiu o torcedor.

- Estou com um ingresso sobrandoe queria vender, mas só não imaginava que oferecer para um policial daria problemas para mim - comentou Renato ao ser questionado pela reportagem.

De acordo com o Capitão Santos Filho, responsável pelas orientações do policiamento no Maracanã, a Polícia Militar não está autorizada a falar sobre cambistas. Porém, de acordo com a apuração do LANCE!Net, três cambistas haviam sido detidos até às 19h. A maior movimentação dos infratores é na rampa do metrô.

O Ministério Público do Rio de Janeiro emitiu nota no início da noite desta quarta-feira, informando que realizaria uma operação de combate à ação de cambistas que estão no entorno do Maracanã, antes da final da Copa do Brasil entre Flamengo e Atlético-PR. Porém, a partir das 19h, menos de duas horas antes da decisão.