icons.title signature.placeholder João Matheus Ferreira
10/02/2015
07:00

O Vasco pode ganhar um respiro financeiro nas próximas semanas. A negociação com a Caixa Econômica Federal, atual patrocinadora master do clube, será reiniciada em breve, já que o Ministério da Fazenda deu aval para o banco continuar com o patrocínio aos clubes de futebol que estiverem em dia com as Certidões Negativas de Débito, obtidas pelo Cruz-Maltino, no fim do ano passado.

Segundo o LANCE!Net apurou, a diretoria está otimista e espera que tudo seja resolvido após o Carnaval. Talvez, ainda em fevereiro. Como o clube está em dia com todos as obrigações necessárias para conseguir um patrocínio estatal – caso da CEF –, resta apenas discutir o tempo de contrato e o valor. O último, encerrado no fim de agosto, foi de R$ 15 milhões, por dez meses de contrato. A princípio, a ideia é renovar por um ano. O valor do contrato seria algo entre R$ 15 e R$ 20 milhões.

Em dezembro, antes da reforma ministerial feita pela presidente Dilma, o Vasco já havia recebido um sinal de que a CEF, caso permanecesse no futebol, renovaria o patrocínio. Durante janeiro, porém, as tratativas ficaram paralisadas, por conta da indefinição sobre a continuidade da Caixa no futebol.

A Caixa Econômica Federal é um dos três patrocinadores do Vasco. Além dela, o clube tem contrato até o fim do mês com a Guaracamp, que estampa o energético Guara Tron na manga da camisa, e com a Tim, estampada dentro do número dos jogadores no uniforme.