icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/07/2013
11:12

A cidade de Buenos Aires foi eleita, nesta quinta-feira, como a cidade-sede dos Jogos Olímpicos da Juventude de 2018, na edição de verão. A capital da Argentina venceu Glasgow (ESC) e Medellín (COL) na eleição.

Antes da votação nesta quinta, as candidatas tiveram 15 minutos cada para fazer uma apresentação do projeto. O anúncio partiu do presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o belga Jacques Rogge, imediatamente após os votos dos membros do comitê.

- Nós tivemos três ótimas candidatas e escolhemos a cidade-sede hoje (quinta-feira). Gostaria de parabenizar Buenos Aires e sua equipe de candidatura por sua dedicação e entusiasmo para o projeto olímpico juvenil - declarou Rogge, após a votação que ocorreu durante uma assembleia da entidade, em sua sede, em Lausanne (SUI).

Na votação, Glasgow foi a primeira a ser eliminada, após ter apenas 13 votos na primeira rodada, contra 40 de Buenos Aires e 32 de Medellín. Em seguida, na segunda rodada de votação, a capital argentina obteve 49 votos contra 39 da cidade colombiana.

O anúncio concluiu um processo que começou em setembro de 2011, quando seis cidades entraram na disputa - as outras três foram Guadalajara (MEX), Poznán (POL) e Rotterdam (HOL).

A primeira Olimpíada Juvenil aconteceu em 2010, em Cingapura. Buenos Aires sediará a terceira edição em 2018, enquanto a segunda será em Nanjing, na China, entre 16 e 28 de agosto de 2014. Os Jogos são exclusivos para atletas entre 14 e 18 anos.

As modalidades são em sua quase totalidade as mesmas da Olimpíada tradicional. Há, contudo, algumas alterações, como no basquete, que é jogado no formato 3x3. outro exemplo é nos esportes aquáticos, onde o nado sincronizado não faz parte dos Jogos Juvenis.

Na próxima assembléia do Comitê Organizador Internacional, será definida a cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2020. As candidatas são Istambul (TUR), Madri (ESP) e Tóquio (JAP).

A cidade de Buenos Aires foi eleita, nesta quinta-feira, como a cidade-sede dos Jogos Olímpicos da Juventude de 2018, na edição de verão. A capital da Argentina venceu Glasgow (ESC) e Medellín (COL) na eleição.

Antes da votação nesta quinta, as candidatas tiveram 15 minutos cada para fazer uma apresentação do projeto. O anúncio partiu do presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o belga Jacques Rogge, imediatamente após os votos dos membros do comitê.

- Nós tivemos três ótimas candidatas e escolhemos a cidade-sede hoje (quinta-feira). Gostaria de parabenizar Buenos Aires e sua equipe de candidatura por sua dedicação e entusiasmo para o projeto olímpico juvenil - declarou Rogge, após a votação que ocorreu durante uma assembleia da entidade, em sua sede, em Lausanne (SUI).

Na votação, Glasgow foi a primeira a ser eliminada, após ter apenas 13 votos na primeira rodada, contra 40 de Buenos Aires e 32 de Medellín. Em seguida, na segunda rodada de votação, a capital argentina obteve 49 votos contra 39 da cidade colombiana.

O anúncio concluiu um processo que começou em setembro de 2011, quando seis cidades entraram na disputa - as outras três foram Guadalajara (MEX), Poznán (POL) e Rotterdam (HOL).

A primeira Olimpíada Juvenil aconteceu em 2010, em Cingapura. Buenos Aires sediará a terceira edição em 2018, enquanto a segunda será em Nanjing, na China, entre 16 e 28 de agosto de 2014. Os Jogos são exclusivos para atletas entre 14 e 18 anos.

As modalidades são em sua quase totalidade as mesmas da Olimpíada tradicional. Há, contudo, algumas alterações, como no basquete, que é jogado no formato 3x3. outro exemplo é nos esportes aquáticos, onde o nado sincronizado não faz parte dos Jogos Juvenis.

Na próxima assembléia do Comitê Organizador Internacional, será definida a cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2020. As candidatas são Istambul (TUR), Madri (ESP) e Tóquio (JAP).