icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci
14/06/2014
13:16

Aberto para a torcida, o treino da seleção da Bélgica tinha clima festivo na manhã deste sábado, mas a alegria deu lugar à preocupação. Na atividade realizada em um resort em Mogi das Cruzes, região metropolitana de São Paulo, o atacante Origi e o meia Kevin De Bruyne se machucaram e tiveram de sair do campo mais cedo.

O caso mais preocupante é o de Origi, que joga no Lille, da França. Elee torceu o tornozelo direito em uma disputa de bola e teve de ser carregado por membros da comissão técnica. Apesar de reserva, ele é uma das poucas opções belgas para o ataque, que tem Lukaku como titular. Vale lembrar que Benteke, um dos principais centroavantes do país, se machucou antes do Mundial e não pôde ser convocado.

De Bruyne, ex-Chelsea (ING) e atualmente no Wolfsburg (ALE), sentiu lesão no joelho direito e teve de ser retirado do gramado. Porém, depois de atendimento médico, ele conseguiu andar sozinho, apesar de mancar.

A expectativa é de que a seleção divulgue nas próximas horas o estado clínico de cada um dos jogadores.

Cabeça de chave do grupo H, a Bélgica é uma das candidatas à zebra na Copa, e estreia na próxima terça-feira, contra a Argélia, em Belo Horizonte. O chave ainda conta com Rússia e Coréia do Sul.