icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/08/2015
09:40

Com direito a vitória sobre o atual campeão mundial da categoria até 81kg, o brasileiro Victor Penalber conquistou na manhã desta quinta-feira a medalha de bronze no Campeonato Mundial de Judô, que está sendo disputado em Astana, no Cazaquistão. Foi a primeira vez que ele subiu no pódio na história da competição.

O carioca de 25 anos iniciou sua campanha de forma arrasadora, com três ippons seguidos. Suas vítimas foram, respectivamente, Sergiu Toma, dos Emirados Árabes Unidos, o moçambicano Marlon Acacio e o uzbeque Yakhyo Imamov.

Em sua quarta luta, no entanto, Penalber caiu diante do francês Loic Pietri, campeão mundial na categoria até 81kg no Mundial do Rio de Janeiro, em 2013. O brasileiro foi superado por dois yukos. Assim, Penalber foi enviado à repescagem, podendo conquistar no máximo a medalha de bronze. E foi o que ele conseguiu.

Para chegar no pódio, foram mais duas lutas. A primeira vitória aconteceu sobre Valeriu Duminica, da Moldavia, e novamente com um ippon.

No duelo decisivo, Penalber encarou uma das referências da categoria, o georgiano Avtandili Tchrikishvili. O adversário chegou ao combate como o atual campeão mundial, título conquistado em Chelyabinsk no ano passado, além de ter sido vice-campeão no Rio, em 2013.

O brasileiro, no entanto, não se intimidou com o currículo do adversário. Penalber dominou a luta e venceu após o georgiano levar três shidôs (punição por falta de combatividade), contra apenas um do carioca. 

Esta foi a 40ª medalha do Brasil em Campeonatos Mundiais. Agora o país soma seis ouros, 11 pratas e 23 bronzes.

Guilheiro e Mariana Silva ficam sem medalha

Outros dois brasileiros lutaram nesta quinta-feira e ficaram sem medalha. Também na categoria até 81kg, Leandro Guilheiro caiu em seu terceiro combate, ao perder para o sul-coreano Seungsu Lee por ippon.

Entre as mulheres, na categoria até 63kg, Mariana Silva foi derrotada logo na estreia pela chinesa Junxia Yang, por ippon.


Com direito a vitória sobre o atual campeão mundial da categoria até 81kg, o brasileiro Victor Penalber conquistou na manhã desta quinta-feira a medalha de bronze no Campeonato Mundial de Judô, que está sendo disputado em Astana, no Cazaquistão. Foi a primeira vez que ele subiu no pódio na história da competição.

O carioca de 25 anos iniciou sua campanha de forma arrasadora, com três ippons seguidos. Suas vítimas foram, respectivamente, Sergiu Toma, dos Emirados Árabes Unidos, o moçambicano Marlon Acacio e o uzbeque Yakhyo Imamov.

Em sua quarta luta, no entanto, Penalber caiu diante do francês Loic Pietri, campeão mundial na categoria até 81kg no Mundial do Rio de Janeiro, em 2013. O brasileiro foi superado por dois yukos. Assim, Penalber foi enviado à repescagem, podendo conquistar no máximo a medalha de bronze. E foi o que ele conseguiu.

Para chegar no pódio, foram mais duas lutas. A primeira vitória aconteceu sobre Valeriu Duminica, da Moldavia, e novamente com um ippon.

No duelo decisivo, Penalber encarou uma das referências da categoria, o georgiano Avtandili Tchrikishvili. O adversário chegou ao combate como o atual campeão mundial, título conquistado em Chelyabinsk no ano passado, além de ter sido vice-campeão no Rio, em 2013.

O brasileiro, no entanto, não se intimidou com o currículo do adversário. Penalber dominou a luta e venceu após o georgiano levar três shidôs (punição por falta de combatividade), contra apenas um do carioca. 

Esta foi a 40ª medalha do Brasil em Campeonatos Mundiais. Agora o país soma seis ouros, 11 pratas e 23 bronzes.

Guilheiro e Mariana Silva ficam sem medalha

Outros dois brasileiros lutaram nesta quinta-feira e ficaram sem medalha. Também na categoria até 81kg, Leandro Guilheiro caiu em seu terceiro combate, ao perder para o sul-coreano Seungsu Lee por ippon.

Entre as mulheres, na categoria até 63kg, Mariana Silva foi derrotada logo na estreia pela chinesa Junxia Yang, por ippon.