icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/11/2013
07:30

Ficou no quase. Neste sábado, em Tóquio (JAP), a Seleção Brasileira foi derrotada  pela Rússia após os vices na Olimpíada e Liga Mundial, e não conseguiu conquistar o título da Copa dos Campeões de forma antecipada. Para que isto ocorresse,  o time precisaria vencer os russos por qualquer resultado que não fosse o 3 a 2, mas apesar de ter aberto 2 a 0 viu os rivais virarem e vencerem no tie-break, com parciais de 20-25, 22-25, 25-21, 25-17 e 15-9, em 2h02 de partida.

Com o resultado, o Brasil chegou aos dez pontos, e segue na liderança da competição. Já a Rússia entrou na briga pelo título e está em segundo, com oito. O destaque dos russos foram o central Muserskiy e o ponteiro Ilinykh. O carrasco dos brasileiros em Londres-2012 marcou 20 pontos, enquanto seu companheiro foi o maior pontuador, junto com Wallace, com 21 acertos.

Entretanto, a Seleção ainda tem grandes chances de conquistar o tetracampeonato do torneio. Na última rodada, o rival será a Itália, e basta uma vitória na madrugada deste domingo, às 1h10 (de Brasília).

O JOGO

O Brasil começou o jogo em ritmo acelerado. Contra os algozes russos, logo fez 12 a 5 e obrigou o técnico Andrey Voronkov a queimar todos seus pedidos de tempo na parcial. A boa atuação da Seleção foi impulsionada por Sidão, Lucarelli e Wallace, que apareciam bem nos bloqueios e ataques.

Além disso, os russos colaboraram com muitos erros, principalmente no saque. Foram seis pontos no total. Com isso, o time nacional iniciou o caminho para o tetra com um 25 a 20 no primeiro set.

Na volta, o carrasco Muserskiy foi para o saque e ajudou a Rússia a fazer 6 a 3. Bernardinho pediu tempo e aí começou a reação brasileira. Lucão devolveu dois pontos no mesmo fundamento e a etapa ficou empatada. E a parcial seguiu equilibrada até o Lucão voltar ao saque. A partir daí, o Brasil abriu três pontos de vantagem e não saiu mais da liderança. Com um erro de Muserskiy no saque, o Brasil fez 2 a 0 com um 25 a 22.

Perto de garantir o título, o time nacional viu a Rússia abrir boa vantagem no início do terceiro set. A Seleção buscou uma recuperação e foi para a primeira parada técnica com 6 a 8. No meio da etapa, o Brasil conseguiu chegar ao empate e abriu três pontos de diferença no 16 a 13.

Os russos foram buscar a desvantagem, novamente igualaram o placar, e conseguiram vencer a parcial, por 25 a 21.

Precisando vencer o quarto set para garantir o título, o Brasil viu a Rússia abrir 8 a 5 e teve dificuldades para se recuperar. Wallace empatou no 9 a 9, mas os russos novamente abriram três de diferença e mantiveram a vantagem até o fim da parcial. Com 18 a 13 à favor, os rivais seguiram tranquilos até confirmarem o empate com a parcial fechada em 25 a 17.

O tie-break se iniciou com a Rússia melhor e mais confiante. Com isso, a equipe abriu 8 a 4 e o Brasil viu sua situação ficar mais difícil. Sem conseguir reverter o placar, a Seleção acabou derrotada pelos russos por 3 sets a 2, após eles vencerem o set decisivo por 15 a 9.