icons.title signature.placeholder Thiago Ferri
01/07/2014
12:51

Apenas jogadores reservas falaram na manhã desta terça-feira, no último treino da Colômbia em Cotia (SP), antes de seguir viagem para Fortaleza (CE). "Blindando" suas principais estrelas às vésperas das quartas de final da Copa, contra o Brasil, o elenco apresentou um discurso de 'bem coletivo', em vez de exaltar destaques como James Rodríguez, artilheiro do Mundial com cinco gols.

- O James Rodríguez é muito importante para nós, está se apresentando em grande nível, mas o importante é continuar a fazer o que estamos fazendo, buscando aquilo que sonhamos. Temos de priorizar o time, o grupo. É tudo o que podemos fazer - explicou o zagueiro Carlos Valdés, que disputou apenas um jogo neste Mundial.

Para os colombianos, a união é a grande responsável pela boa campanha no torneio: o time liderou o Grupo C (que ainda tinha Grécia, Costa do Marfim e Japão) e tem 100% de aproveitamento até o momento - nas oitavas o time bateu o Uruguai por 2 a 0.

- Sempre temos o desejo (de melhorar), mas colocamos acima de tudo o time e mais o bem coletivo do que o pessoal. Estamos em um excelente momento, e que continue assim. Estamos aqui para apoiar cada um dos jogadores - completou o camisa 12, que ainda não jogou na Copa.

Após o treino desta manhã, a delegação seguirá viagem às 16h para a capital cearense, onde enfrenta o Brasil, sexta-feira. O jogo do Castelão está marcado para as 17h.