icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/11/2013
07:04

Vice-líder do primeiro turno do Campeonato Brasileiro com 36 pontos, o Botafogo despertou a atenção dos rivais, que passaram a jogar mais na retranca no Rio, especialmente no returno. Enfrentando dificuldades, o Glorioso não consegue vencer os times da parte de baixo da tabela na segunda etapa da competição. Portuguesa, Bahia, Ponte Preta – e até mesmo os grandes rivais Vasco e Fluminense – não foram superados pelo Alvinegro no Maracanã. Dos quinze pontos em disputa contra os clubes citados, o Glorioso conquistou três.

- Acho que vemos esses jogos sempre como os mais difíceis. São rivais que vêm retrancados com o intuito só de sair no contra-ataque. Tivemos dificuldades contra Bahia e Ponte Preta. Contra a Portuguesa, fizemos de tudo, tivemos oportunidades e infelizmente não aconteceu. Não tem justificativa - afirmou o lateral-direito Edilson.

Outro fator que pesou na queda de rendimento do Botafogo para derrubar as retrancas foi a pouca eficiência do ataque. Em 15 jogos, o time marcou apenas 14 gols.

Botafogo tem forças para reagir e voltar ao G4